Skip to content

Sistema de recarga do TRI é arcaico e ineficaz. Até quando?

02/07/2009
tags:

triFico tentando entender os motivos pelos quais os cartões do TRI ainda devem ser recarregados como as antigas fichinas: pagar ou 50, ou 75 recargas no Banrisul ( que fecha as 16h) e ir retirar em alguns dos poucos postos de recarga ( que fecham as 17h!).

Será que os burucratas da prefeitura nao estao pensando um pouco na qualidade de vida do cidadao que depende do ônibus?

Quem trabalha e estuda tem tempo para largar tudo e ir até o banco, encarar uma fila e pagar a taxa, só tendo até as 16h para isso? E depois pegar um ônibus e ir até o centro, ou algum dos outros postos, até as 17h para recarregar, depois, claro, de outra fila? Além disso, e quem não tem condições de pagar só de uma vez os R$86,25 para comprar as passsagens, como fica?

Nem vou falar na péssima organização e eficiência do nosso transporte público, pois quanto a isso, a prefeitura está tentando resolver com o Portais da Cidade e o metrô. Precisa de dinheiro e não depende só de si mesma para resolver essa situacao. Mas melhorar algo simples, como a recarga dos cartões do TRI é algo mais rápido e nao tem tanto custo.

Vejamos como funciona em outra capitais, como São Paulo: primeiro, você estipula quanto quer recarregar. Pode colocar só 1, 2, 5 reais, se for só o caso. Quem nao tem condições que comprar todas as passagens de uma vez só é beneficiado por isso. Segundo, há inúmeros postos de recarga espalhados pela cidade, inclusive em locais como videolocadoras e outros estabelecimentos comerciais. Voce recarrega na hora, pode pagar até com cartao de crédito e escapa de fila.

Enquanto, em Porto Alegre, você precisa dispor de exatos R$86,25, encarar duas filas e nao pode fazer isso só a noite: o banco fecha as 16h. Estuda de manha e trabalha a tarde? Então, há que dar um jeito, fazer o que…

Que tal nossos burocratas do transporte publico se colocarem um pouco no lugar do cidadão, livrando-nos desse sistema de recarga de cartão do TRI que ainda é idêntico ao das fichinhas, existentes há décadas?

About these ads
12 Comentários leave one →
  1. Marco permalink
    02/07/2009 21:18

    Não sei da onde você tirou essa informação..mas demonstra que vc não eh usuario do cartão TRI…eu ganhei meu cartao quando era estagiario da prefeitura….todo mes eles depositavam via internet as minhas passagens…e depois disso..continuo usando o meu cartao de servidor publico….e nunca tive que ir no banrisul,.,,fazer o pagamento….existe um posto na rua uruguai bem ao lado da sede da prefeitura que recebe o valor que o usuario quiser creditar no cartao….e eh na hora funciona muito bem…..e rapido…ja coloquei 100, 20 ..50….ate 15 reais eu ja depositei no cartao…e vou te dizer tambem que ele nao tem validade….os creditos se acumulam…..e quanto ao local de recarga dos creditos..acho que vc deveria conhecer….nem parece serviço publico….o lugar eh grande e vc eh atendido muito bem…..tah na hora de vc começar a prestar mais atenção e fazer alguma coisa em vez de ficar ai criticando a sua cidade….se nao gosta dela..vai morar no exteior vai….onde os avioes derrubam predios…..e tem um monte de piscicopata que invade escla e metralha os estudantes…..

    • Denise permalink
      05/11/2013 9:12

      O serviço de recarga é um porcaria mesmo, Marco!!!! OK, tem posto na R. Uruguai… No centrão!!! E fica aberto das 08:30 – 17:30. Beleza! Horário comercial, quando todo mundo está trabalhando! ATRASO MESMO! Acho que críticas são ótimas para provocar mudança e melhorias, senão ficamos sempre na mesmisse…. Por que não RECARGA ONLINE, “pelamor-de-deus”???!!!! (E, sinto muito, esse atraso é coisa de terceiro mundo burocratizado mesmo!)

      P.S.: Há vários tipos de cartão: vale-transporte; estudante; passagem antecipada…

  2. Filipe Wels permalink
    02/07/2009 22:31

    Marco, entao pergunte para qualquer estudante. Uma coisa é o empregado que ganha vale-transporte, outra coisa é o estudante. É bem diferente.
    E nem todo trabalhar ganha vale-transporte.

  3. Filipe Wels permalink
    02/07/2009 22:45

    Aliás, hoje mesmo eu recarraguei o cartao do TRI. E tive que fazer todo esse procedimento citado no texto, que me tomou duas longas horas. Por que defender algo que está errado?

  4. 02/07/2009 23:02

    Faltou explicar no post que o TRI que o Filipe carregou era passe escolar. O Marco tem certa razão, mas o TRI do qual ele fala é o VT. O cartão tem o mesmo nome, mas são sistemas diferentes. O escolar, tem como padrão o valor gasto em 1 mês para ir e voltar da escola. Supoe-se que o estudante esteja cursando regularmente a escola. Já o VT pode ser carregado pelo trabalhador, mas nao compensa, pois o valor que pagará será o mesmo da tarifa do ônibus. Só quem tem o desconto sobre o preço da passagem é o empregador. O empregado paga somente uma porcentagem sobre o valor de seu salário ao empregador. Se vai recarregar por conta própria, paga o valor integral da passagem. E pode recarregar a quantidade que quiser. Mas e, se um estudante vai fazer um curso de 15 ou 20 dias e nao precisa dos 86 reais de passagem? Ele é obrigado a pagar os 86 da mesma forma ?

  5. Filipe Wels permalink
    02/07/2009 23:13

    Pode-se escolher entre 50 e 75 recargas, no caso dos estudantes, ou até 100 ou 150 caso precise de dois onibus e prove isso.

    Seria muito mais lógico e razoável ter um limite, mas permitir a compra de passagens fracionadas, havendo vários postos de venda de passagens, sem necessidade de ir pagar no banco.

  6. 03/07/2009 12:04

    Marco, você está certo no caso dos trabalhadores que recebem VT. Isso funciona bem, e a empresa paga através de boleto bancário convencional. Nos outros casos (estudante e passe antecipado), o atendimento pode até ser de luxo, mas por ser centralizado, está longe de ser prático.

    Nas cidades evoluídas do mundo, existem máquinas de recarga dos cartões em tudo que é lugar, aceitando dinheiro, cartão de banco e crédito. Em muitas cidades, esse tipo de pagamento pode ser feito pela Internet também.

    Porto Alegre, por sua vez, ficou no século passado. Não me surpreendo.

  7. mfs permalink
    07/10/2009 14:14

    E mesmo para o trabalhador o serviço tem complicações e é mal projetado. O sistema não acumula creditos infinitamente. No cartão só podem ser colocadas duas cargas, ficando a terceira no sistema para ser carregado no cartão quando terminar umas das duas.
    Aí você pensa, que maravilha vai estar acumulando do mesmo jeito. Ai que você se engana, porque se acumular mais de seis meses o cartão bloqueia e para você receber o credito que você tem direito tem de ir até o centro da cidade nessa sede da rua Uruguai. Ou seja, por ter sido feito de mal jeito tu não recebe aquilo que tu pagou. Pra mim isso só tem um nome roubo.

  8. BRUNA permalink
    23/08/2010 15:46

    Eu acho que o sistema de recarga poderia ser no mesmo lugar do pagamento,mas vcs acham que vão simplificar a vida do estudante que também trabalha??
    Eles acham melhor a gente pedir atestado pra faltar no trabalho ou na facul para carregar esse tri !!
    De que adianta pagar meia passagem e não ter condições e nem tempo de carregá-las
    Eu tenho que pagar numa lotérica e pedir para que uma prima minha carregue pra mim

    ISOO É UM ABSURDO..

  9. Magda Dias permalink
    03/12/2010 3:05

    Cresceeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee Porto Alegre

  10. douglas barbosa alves permalink
    31/08/2013 13:32

    seria legal se as lojas de porto alegre aceitassem o tri para fazer compras ,ou se pudessem trocar a recarga do tri por dinheiro,isso ajudaria muita gente.

    • fmobus permalink*
      31/08/2013 16:46

      Isso é impossível. Absolutamente impossível. Nunca vai acontecer, ponto.

      O TRI é uma implementação de benefício de vale-transporte, estando portanto isento de IR. A partir do momento que se permite a conversão dos créditos do TRI em dinheiro (ou uso no comércio), você estaria efetivamente transformando o benefício em salário. Isso é ilegal.

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 5.550 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: