Pular para o conteúdo

Infraero autoriza início das obras do terminal de carga do Aeroporto Salgado Filho

03/11/2010

Aeroporto vai ampliar fluxo de operações até 2012

O Complexo de Logística de Cargas do Aeroporto Internacional Salgado Filho deverá ser entregue até o final de 2012. Ontem, a Infraero entregou a ordem de serviço para o consórcio de empresas paulistas vencedor da licitação para execução das obras. Liderado pela DPBarros, o grupo tem prazo de 60 dias para implementar os preparativos para a construção do novo terminal de cargas, que irá concentrar as operações nacionais e internacionais no mesmo lugar. Atualmente, a área do terminal de cargas é de 5.530 metros quadrados, incluindo edificações. Com a nova estrutura, o armazém terá 23 mil metros quadrados, e a capacidade de movimentação passa das atuais 35 mil toneladas por ano para 100 mil toneladas/ano.

Além do pátio próprio para cargas, o complexo irá contar com estrutura de apoio para abrigar órgãos públicos – como Anvisa e Receita Federal – e privados – como despachantes aduaneiros e empresas -, bem como estacionamento para veículos de passeio e caminhões, além de armazéns para cargas perigosas. A infraestrutura também contará com pátio exclusivo para aeronaves cargueiras, podendo comportar quatro atendimentos simultâneos de aviões de grande porte. Conforme o superintendente do aeroporto, Jorge Herdina, o atual terminal de cargas será utilizado para outras atividades. “A princípio, pretende-se instalar empresas e serviços auxiliares ao transporte aéreo que operacionalizam carregamentos, suprimentos, bagagens, entre outros serviços de rampa.”

O novo terminal irá funcionar no prolongamento da avenida Severo Dullius, próximo ao corpo de bombeiros. Antiga reivindicação da indústria gaúcha, a estrutura receberá investimento de R$ 98,3 milhões. “Este é o projeto complementar do plano de extensão da pista de pouso, que será ampliada em quase 1.000 metros, oferecendo condições de pleno aproveitamento das aeronaves e voos de longo alcance”, diz Herdina. Ele destaca que as duas obras irão modificar o fluxo logístico das operações de voos para outros continentes, possibilitando que o despache destas cargas internacionais ocorra no próprio Salgado Filho. “Teremos condições de atingir os grandes mercados em voos diretos”, comemora o superintendente.

Quanto à execução do prolongamento da pista de pouso do aeroporto, Herdina informa que a Infraero está negociando com o Exército brasileiro e a previsão é de que em dezembro se iniciem as obras, estimadas em R$ 188 milhões. “Estamos trabalhando na operacionalização do terminal 2 (desativado desde 2001) e nossa meta é que, em dezembro, o local esteja em condições mínimas para atendimento de um milhão e meio de passageiros por ano em voos domésticos”, lembra o superintendente.

Jornal do Comércio

________________________________________

Matéria de Zero Hora:

A Infraero entregou nesta quarta-feira a ordem de serviço, o que significa que passa a contar o prazo de dois anos para o consórcio vencedor da licitação entregar o novo terminal de cargas do aeroporto de Porto Alegre pronto.

As empresas, que são de São Paulo, já podem instalar o canteiro de obras. O investimento será de R$ 98,3 milhões e era uma antiga reivindicação da indústria gaúcha.

O superintendente do Aeroporto Salgado Filho, Jorge Herdina, salienta que as operações nacionais e internacionais serão no mesmo lugar e haverá um pátio próprio para cargas.

- Haverá um pátio próprio, um terminal de cargas e uma estrutura para receber órgãos públicos, como Anvisa e Receita Federal, e também entes privados, como despachantes aduaneiros e as próprias empresas.

Com a estrutura, a capacidade de movimentação de cargas passa das atuais 35 mil toneladas por ano para 100 mil toneladas por ano.

Zero Hora

Share

_____________________________

Parece que as coisas estão andando para o lado do aeroporto. Boa notícia. Mas este terminal não terá muita utilidade sem a ampliação da pista. Então é fundamental que a ampliação da pista ocorra antes ou simultaneamente a construção do Terminal.

Veja a provável localização do terminal de cargas, que será quase 5 vezes maior que o atual, que fica ao lado do Terminal 1 de passageiros:


Imagem: Google Earth

Terminal de cargas atual do Salgado Filho (em 1º plano), em imagem capturada da internet
About these ads
7 Comentários leave one →
  1. Guilherme Link Permanente
    03/11/2010 21:16

    Falta o terminal de passageiros.

    A situação ta complexa e pelo jeito não vai melhorar até a copa.

  2. 03/11/2010 23:17

    meu sonho, como alguns já devem saber.. é ver esse aeroporto com voos diretos para os EUA.. eu odeio ter q ir a sao paulo pra poder chegar a america do norte.. eu vou pelo menos 3 vezes por ano para a california, só de pensar em passar em sao paulo tenho dor de cabeça.. eu sei que tenho como opçao buenos aires e lima a partir de salgado filho, mas os preços nao fecham.

  3. JULIÃO Link Permanente
    04/11/2010 8:58

    Os aeroportos brasileiros estão tendo uma demanda crescente de usuários e governo federal não tem recursos, nem agilidade adminitrativa, para acompanhar esse crescimento, portanto o certo seria privatizar parte desse serviço.

    Se isso tivesse sido feito, imediatamente seriam construídos quantos estacionamentos fossem necessários no Salgado filho, por exemplo, pois trata-se de um negócio de retorno fácil.

    Mas, isso não aconteceu porque o partido do governo é contra. Não queria dar armar para os adversários nas disputas eleitorais que sempre têm, entre seu temas, as privatizações.

    Todos pagamos o preço por essa decisão eleitoreira.

  4. Augusto Link Permanente
    04/11/2010 9:09

    Estão prometendo mais um edifício garagem. Tá na hora. Os estacionamentos pagos do aeroporto há muito tempo já não atendem a demanda.

  5. 04/11/2010 11:46

    Se o aeromóvel estivesse pronto, a demanda de automóveis iria cair.
    Eu sou um que odeio ir de carro pro aeroporto, estacionar, esperar alguém que acabou de chegar.

  6. Augusto Link Permanente
    04/11/2010 13:38

    “Se o aeromóvel estivesse pronto, a demanda de automóveis iria cair.
    Eu sou um que odeio ir de carro pro aeroporto, estacionar, esperar alguém que acabou de chegar.”

    Olha..eu acho que a demanda do estacionamento iria é aumentar. Mais gente de carro ao aeroporto só pra dar uma voltinha no novo brinquedo do parquinho de diversões.

  7. Augusto Link Permanente
    04/11/2010 13:40

    Não se deram conta que ninguém vai deixar de se locomover de carro e táxi, só porque construiram uma tirolesa ligando o trem ao aeroporto.

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 5.160 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: