Perigo na ORLA

Meu nome é Gilberto Simon, todos me conhecem, pois sou fotógrafo, responsável pelo maior site fotográfico sobre Porto Alegre. Eu, juntamente com mais alguns fotógrafos (Ricardo Zanella e Ricardo Haberland) estamos permanentemente percorrendo a cidade em busca de imagens que mostrem a nossa Porto Alegre, a nossa Porto Alegre que já foi a metrópole com melhor qualidade de vida do país.

Pois bem, esses dias, no mes de setembro, fui até a orla do Guaíba, defronte ao Shopping Praia de Belas, dentro do Parque Marinha do Brasil. Era 17:30 mais ou menos e fui com meu equipamento fotográfico para registrar o nosso maravilhoso Pôr-do-Sol, famoso através de postais no mundo inteiro. Pois bem, eu estava ha 5 minutos nesta área, bem próximo ao Anfiteatro Pôr-do-Sol (agora Anfiteatro da Pepsi, pois está com as cores da empresa multinacional) quando um rapaz se dirigia em minha direção, visivelmente para me assaltar. Saí correndo, pois não poderia arriscar e perder o meu equipamento.

Esta e muitas outras situações acontecem todos os dias na nossa orla. Os 72 Km de orla de Porto Alegre não tem qualquer nível de segurança. Como a população pode aproveitar a orla, se não ha estrutura e segurança ?

Qual cidade do mundo que não investiria milhões para aproveitar turisticamente a sua orla, e também para que sua própria população aproveite?

Atualmente, uma parcela ínfima da nossa população aproveita a orla.

Vejamos algumas delas:

Os moradores da Vila dos Sargentos, moradores de uma das mais belas penínsulas que adentram o Guaíba. Eles podem usufruir da orla, pois moram lá. E ninguém mais tem acesso a essa região paradisíaca de Porto Alegrew.

Bairros Assunção e Pedra Redonda – dezenas de mansões debruçam-se sobre o Guaíba. Elas têm praia particular, piers particulares para seus barcos.

Alunos e preofessores da Escolhinha do Grêmio – vão até a orla pra jogar futebol em um trecho de mais de 1 Km, pertencente ao Grêmio. Mas como assim ? Orla privatizada ? Mas não é em Porto Alegre que não pode se privatizar a orla, por lei ?

O que fazem as mansões da abastada população da Assunção lá há décadas ?

O que faz o Grêmio ocupando uma enorme fatia da orla, somente para alguns poucos usufruirem ?

O que faz a Prefeitura que não remove a Vila dos Sargentos, grande favela na zona sul, dando melhores condições de habitação para aqueles moradores e transformam aquela área num belíssimo parque ?

O que se faz da vila que encontra-se ao longo da orla de Assunção, impedindo que todos os moradores da cidade aproveitem também ?

Por que só o Pontal do Estaleiro, belíssimo projeto que doará à TODA A POPULAÇÃO DE PORTO ALEGRE, mais de 3,3 hectares de orla pública, com urbanização invejável, de primeiro mundo, não pode ser levado adiante?

E pergunto também:

Você, morador da cidade, vereador da Câmara Municipal, ambientalista exacerbado, que aos finais de semana viaja até Punta Del Este (ou Miami, ou Cancun) em busca de paisagens mais bonitas e desenvolvidas, pois você sabe que a orla da sua cidade é um lixo. Por que não ter uma bela paisagem também na sua cidade ?

Você já se tocou que os turistas querem ver, e os moradores querem usufruir, de coisas bonitas? E não de lixo, de atraso, de barro, de lama, de áreas de subabitações ?

Não está na hora de Porto Alegre se transformar numa cidade atrativa de verdade, e não só com Usina do Gasômetro (rodeada de barro), Margs, Memorial e Santander Cultural como atrações turísticas ?

Gilberto Simon



Categorias:Uncategorized

Tags:, , , , , ,

4 respostas

  1. acho que tu caiu muito pro lado do gremio agora…
    nao querendo fazer discussoes mas o inter tb tem uma parcela da orla…
    alias.. eles “ganharam” um lugar previlejiado de porto alegre
    algo que os gremistas nao ganharam! porto alegre deve ao gremio, espero que agora lá perto da arena a prefeitura doe alguns terrenos tambem. onde tem aqueles terrenos cheios de areia…

    Curtir

  2. Belo texto, mostra como poucos a verdade que existe por trás de tanta demagogia e neo-comunismo barato e enganoso. Uma pena saber que esta ELITE que governa a cidade (cito aqui integrantes de todos os partidos políticos) prefere que Porto Alegre seja sempre uma cidade atrasada, feia e mal cuidada (pois assim ela é para eles lucrativa), esquecendo o seu potencial turístico, econômico e social. Porto Alegre é uma grande vaca, que só serve para que poucos mamem em suas fartas tetas, enquanto o resto continua (por desinformação) achando que mora na capital da qualidade de vida e dos bons costumes.

    Como cidadão, gostaria de criar um projeto de lei mudando o nome desta cidade para Porto TRISTE. Quem daqui votaria a favor?

    Curtir

  3. As vezes a decepção é tão grande com o descaso dos porto-alegrenses com nossa cidade que a vontade é de me mudar, temendo ser verdade o fato de Porto Alegre estar parada no tempo, e não evoluir mais devido aos empecilhos que a população mal informada impõe. E o pior de tudo é que não precisamos nem ir tão longe pra ver uma cidade que dá valor aos seus pontenciais.

    Quando estive em Montevideo, me surpreendi com o fato de ser uma cidade extremamente parecida com POA, tanto geograficamente quanto estruturalmente. A grande diferença é que, apesar do Uruguai estar em decadência, em Montevideo ainda se preservam as coisas boas; ainda se tenta um olhar saudoso para o Prata, e ainda se tenta melhorar os atrativos da cidade.

    É uma pena. Porto Alegre definha. E pelo visto, assim continuará.

    Curtir

  4. Um leitor escreveu no blog antigo uma defin~ição que achei muito pertinente. Ele disse que Porto Alegre é a cidade do NÃO. Que somos a Capital do Não , no Brasil. É nisso que Porto Alegre se transformou.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: