Requerido o adiamento da votação sobre o Pontal

Representantes de associações de moradores de Porto Alegre, de Organizações Não-Governamentais (ONGs) e de entidades estudantis, acompanhados pelo vereador eleito Pedro Ruas (PSol), apresentaram ontem requerimento à mesa diretora da Câmara Municipal solicitando que o projeto do Pontal do Estaleiro entre em pauta somente após a votação do substitutivo do Plano Diretor. ‘O requerimento alerta para aspectos formais e legislativos’, argumenta Pedro Ruas. De acordo com ele, que assumirá uma cadeira na Câmara na próxima legislatura, seria um equívoco votar o projeto do Pontal do Estaleiro antes que o substitutivo do Plano Diretor seja apreciado. ‘São mais de 80 propostas de alteração’, explicou.

Ruas (E) e Oliveira (D) lideraram associações, ONGs e entidades que procuraram o Legislativo

Ruas (E) e Oliveira (D) lideraram associações, ONGs e entidades que procuraram o Legislativo

O presidente da Câmara, Sebastião Melo, explicou aos representantes das entidades civis que a decisão sobre o requerimento cabe ao colégio de líderes, que vai se reunir amanhã. ‘Nesta quarta-feira, vamos fazer chegar às mãos dos líderes o nosso requerimento’, afirmou o vereador eleito pelo PSol. A apreciação do substitutivo do Plano Diretor está prevista para ocorrer em março do ano que vem. Felipe de Oliveira, representante do movimento Porto Alegre Vive, destaca que caso o colégio de líderes não aceite o requerimento, as entidades poderão novamente recorrer ao Judiciário para suspender a votação do projeto.
 
Correio do Povo, 04/11/2008

__________________________

Os contra-tudo em ação novamente.  As entidades que dizem que são de um Fórum de entidades, que devem no mínimo pregar o atraso e a cubanização de Porto Alegre, querem que o projeto não seja votado antes das alterações do Plano Diretor (PDDUA) que estão engavetadas na Câmara esperando definições.

Será que este projeto, que embelezaria Porto Alegre de forma inédita, criando um sensacional ponto turístico para a cidade, e um novo ponto de encontro de toda a população, com extrema beleza e segurança, será mais um projeto em vão ? Espero que a cidade e os vereadores tenham bom senso e aprovem as mudanças necessárias para que o Projeto seja realizado. Será lastimável o fato de a cidade perder tão imponente e importante empreendimento ! Meu Deus! Que cidade eles querem? Havana ? Acho que estou sendo cruel com Havana…  lá tem turismo e muito mais coisas pra se ver do que em Porto Alegre !

Gilberto Simon



Categorias:Pontal do Estaleiro

Tags:, , , , , , , ,

3 respostas

  1. Ricardo:
    A lei não permite mais que 4 andares naquele local!
    Para isso ocorrer, é que querem mudar a lei.
    Pois se alterada o empreendedor vai fazer o projeto que bem entender. Poderia até jogar na lixeira o atual projeto Pontal do Estaleiro, que na realidade não é PROJETO é apenas uma imagem em 3D.

    Curtir

  2. Caso o projeto não seja aprovado, a empresa dona do terreno deveria fazer umas 5 torres comerciais de 30 andares cada, que e lei permite. Eu faria isso.

    Curtir

  3. Esses esquerdistas impediram a construção do Polão, que desafogaria a BR 116, porque haveriam pedágios nas estradas. Bradavam por estradas sem pedágios construídas com dinheiro público, e depois de 10 anos não fizeram nada! O Pontal será a mesma história, não querem que a iniciativa privada revitalize a orla e a mesma continuará abandonada por décadas aguardando a atuação do setor público, prometida por esses demagogos.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: