Pontal do Estaleiro: Gothe anuncia que Executivo tem proposta para a orla

Ricardo Gothe na Câmara

Ricardo Gothe na Câmara

O secretário Municipal do Planejamento, Ricardo Gothe, compareceu ao Plenário nesta quinta-feira (6/11) para prestar informações sobre o projeto Pontal do Estaleiro. Gothe esclareceu que não cabe ao Executivo emitir opinião favorável ou contra a proposta, lembrando que se trata de “projeto de iniciativa do Legislativo”.

O secretário acrescentou que a prefeitura possui um projeto prevendo a revitalização da orla do Guaíba como um todo e que deverá apresentá-lo até o final do ano. O chamado “Relatório Orla”, explicou Gothe, é um trabalho de anos elaborado por técnicos da própria SPM que não foi apresentando antes para que a discussão não fosse prejudicada pelo período eleitoral. “A partir de 10 de novembro, José Fortunati reassumirá a secretaria e vai colocar para a opinião pública o Relatório Orla, com a visão do governo sobre a área.”

Questionamentos

Ao responder as perguntas dos vereadores, Gothe reiterou que antes do projeto de lei chegar à Câmara, os empreendedores procuraram a prefeitura para esclarecer qual seria a melhor alternativa para elaborar a proposta do Pontal. “Havia dúvida se deveria ser origem do Executivo ou do Legislativo”, explicou. “Tivemos várias conversas e debates. A escolha pelo caminho de recorrer à Câmara foi tomada pelos próprios empreendedores por livre e espontânea vontade”.

Segundo ele, a preocupação do Executivo sempre foi a de revitalizar a orla do Guaíba e ocupá-la para atender às demandas da população. “O espaço urbano que não é ocupado, se degrada. A orla do Guaíba precisa ser atrativa e oferecer opções de lazer como restaurantes, bares e marina pública”, defendeu.

Trâmites

Antes da elaboração do projeto, o Executivo manifestou aos idealizadores do projeto do Pontal, todos os trâmites necessários para elaborar a proposta, conforme a engenheira da Comissão de Análise Urbanística e Gerenciamento da SPM Liamara Libermann. “A Secretaria aconselhou os empreendedores a elaborar um projeto de lei que respeitasse os impactos urbanos e ambientais da cidade, de acordo com as diretrizes da Secretaria. Só assim é que a proposta seria tocada adiante”.

Ao afirmar que o projeto do Pontal tramita como objeto de estudo do Grupo de Trabalho Orla, da SPM, o coordenador do programa, Marcelo Allett, reiterou que o projeto está dentro do espírito de obra de qualidade para a Orla. “O Plano Diretor de 1999 preconiza que existam projetos de revitalização para o espaço. A iniciativa não foi nossa, é uma determinação do próprio plano diretor. O projeto vai ao encontro desta posição”, concluiu ao reafirmar que é papel do Executivo resgatar o rio para o nosso convívio da população.

Câmara Municipal de Porto Alegre, 07/11/2008

_______________________________

Estranho, muito estranho a grande imprensa de Porto Alegre não ter divulgado esta audiência realizada ontem, 06/11 na Câmara Municipal. Mas o site da Câmara divulga os fatos importantes acontecidos lá. Ainda bem. (Gilberto Simon)



Categorias:ORLA, Pontal do Estaleiro

Tags:, , ,

2 respostas

  1. Ah! Esqueci! Esse “relatório orla” já não foi apresentado? Eu ja vi um relatório sobre a orla que a prefeitura fez… e com o nome do fortunati. São diretrizes para futuros projetos. Será que agora serão projetos de verdade?

    Curtir

  2. A prefeitura tem que fazer um concurso público pra urbanizar a orla, da Usina até o Pontal. Tem que ser um grande projeto, de classe turística mundial, não apenas umas quadrinhas e umas pracinhas como as da Pepsi (horríveis por sinal). Aquela área é o nosso grande cartão postal! O projeto deve contemplar calçadão, ciclovia, marina, uns recantes contemplativos, praças, áreas de fitness, píer, mirante, um novo anfiteatro (que seja bonito, desta vez), etc. E mais: deve ser integrado aos projetos do Inter, do Iberê, do Pontal, da Ospa e com o novo Cais Mauá. Há mais de 30 anos se fala em aproveitar a orla. Com a Copa 2014, temos a oportunidade de tornar esse sonho realidade. A cidade quer! A cidade precisa! A cidade merece! E azar é dos ecoxiitas – que com certeza serão contra qualquer projeto para a área.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: