Telmo Thompson Flores e o centro de Porto Alegre

Thompson e o Centro I

De todo o noticiário em torno do falecido prefeito Telmo Thompson Flores faltaram alguns episódios. A elevada da avenida Mauá, que deveria ser a continuação da avenida Castelo Branco, não saiu porque o governo federal bateu pé no Trensurb, que em princípio teria sua estação central na estação rodoviária. Tivesse saído mudaria toda a cara do Centro.

Thompson e o Centro II

Para começar, não estaríamos convivendo com o abominável xis da rodoviária. O projeto previa que embaixo dela ficariam os terminais dos ônibus. Diariamente Thompson reunia-se com os jornalistas chamados setoristas. Por oposição deles, liderados por Pércio Pinto, ele não demoliu o mercado público para ligar a Siqueira Campos com a Júlio de Castilhos, como previa o Plano Diretor.

Fernando Albrecht, JC, 11/11/2008



Categorias:Uncategorized

Tags:, , , , ,

3 respostas

  1. pessoal tá falando merda… imagina o inferno para acessar o centro hoje em dia sem aquelas obras…

    Curtir

  2. Até hoje, pagamos o uso abusivo, sem critérios ou fiscalização do dinheiro público, num contexto de DITADURA, que somente serviu para o endividamento do Estado, o enriquecimento de clãs familiares e pior, a não resolução de problemas urbanos ou sociais que só se agravaram com o passar do tempo.

    Essa pessoa nem foi eletita democraticamente e sim IMPOSTA goela abaixo.

    Curtir

  3. Sorte de Porto Alegre que a elevada da Avenida Mauá não saiu. O que hoje é ruim, com ela seria ainda pior. E mais, seria um dano praticamente irrecuperável pensando em uma suposta revitalização no Centro nos dias de hoje.

    Um túnel sob a avenida, porém, iria muito bem.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: