Arena do Grêmio em discussão na Câmara

Nova Arena do Grêmio

Nova Arena do Grêmio

A Câmara Municipal fez, nesta segunda-feira (17/11), discussão preliminar de pauta sobre Projeto de Lei Complementar do Executivo que define o regime urbanístico do Projeto Arena do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. A proposta contempla tanto a área do novo estádio no bairro Humaitá como o terreno onde localiza-se o Estádio Olímpico.

Entre as justificativas para a construção do novo empreendimento está a limitação da capacidade de modernização do atual estádio e a possível confirmação de Porto Alegre como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. Para que haja a viabilidade econômica do novo empreendimento, a atual área no bairro Azenha precisa ter também a liberação para novas atividades.

Complexo

De acordo com a prefeitura, os referidos cenários arquitetônicos e Estudos de Viabilidade o Projeto Arena busca “dotar a cidade de Porto Alegre de moderno complexo esportivo e de eventos na zona norte, bem como revitalizar um dos bairros mais tradicionais da cidade, a Azenha, reforçando-o como pólo de comércios e serviços da região”, analisa o prefeito em exercício Eliseu Santos.

Na proposta, o Empreendimento Azenha ocupará um grande quarteirão no entroncamento de eixos viários da região. O Executivo argumenta que haverá um combinado de atividades com cerca de 25% de área para comércio e serviços e o restante para uso residencial. Já o Projeto Arena, no Humaitá, propõe dois setores distintos que procuram resguardar demandas de segurança, conforto, acessibilidade e estacionamento, por exemplo.

Shopping

Na área maior, na BR 290, será implantado o complexo esportivo, com a construção da Arena com estádio para 53 mil expectadores, vinculado a área comercial e de lazer. Neste local também serão construídos, caso a proposta seja aprovada, um shopping center e espaços culturais. Já no setor menor, serão implantados um centro empresarial para sedes de empresas e blocos residenciais. Estima-se cinco torres residenciais.

O Executivo destaca que tanto a área do Olímpico (Azenha) como da Arena (Humaitá) são, de acordo com o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental (PDDUA), Área Especial de Interesse Institucional, portanto, sem Regime Urbanístico previamente definido.

Câmara de Vereadores



Categorias:Uncategorized

Tags:, ,

4 respostas

  1. Galera, eu realmente não entendo, porque uma arena que tenha 53 mil lugares? não acham muito pouco? e já virá uma copa do mundo, a arena, se sair, deveria ter uns 65 mil ou mais…. acredito que com ajustes no trem, atingindo mais pessoas entorno da grande porto alegre, acredito que publico não iria faltar, e estamos falando do grêmio, um time que fica com a média de público parelha com corinthias e flamengo (isso que o flamengo conta com o marcanã) então acho que se tivesse a arena perto do trem, e não dependessemos apenas de ônibus, a público iria aumentar gradativamente se esse for o problema de se fazer um mega-estádio… se não for, então qual é?

    Curtir

  2. Ha ha ha, quero ver esse ambientalistas trouxas impedirem os projetos de Grêmio e Inter, não vão conseguir fazer teatrinho na câmara, as torcidas Geral e Popular estão se mobilizando pra votação e botam pra correr aqueles filhinhos de papai mimados da UFRGS abaixo de pau.

    Curtir

  3. Mais uma grande agressão ao meio ambiente vem ai, tanto por parte do Grêmio quanto do Internacional.
    A Câmara por sua vez, isto já é de conhecimento público irá aprovar, pois estão lá e não sabem por que ou para que.
    Não protegem o meio ambiente cuja Lei 7441/65, Federal impõe que uma faixa de 500 m ao longo da orla do Guaíba seja APP – Àrea de Preservação Ambiental.
    Em Santa Catarina recentemente o STF mandou desmanchar um bloco de garagem que fora construído com licença Municipal mas frontal á Lei ambiental.
    Porto Alegre segue no mesmo caminho.
    Pergunto porque só a orla se presta para tais envestimentos? Porque é área gratuíta?
    O Inter pede a construção de 53 m de altura dentro da margem , além do dique de proteção contra inundações, ou seja dentro do Rio.

    Curtir

  4. Torço mto pelo projeto Arena, mas bem que eles podiam dar uma melhorada no visual do complexo… colocar mais áreas verdes, prédios mais modernos e um estádio mais bonito. Bem que eles podiam aproveitar o primeiro projeto da Odebretch (que era sensacional).

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: