Pontal: pequeno protesto dos contras na Redenção

Os contra-tudo se reúnem na Redenção

Os contra-tudo se reúnem na Redenção

Associações de moradores e entidades ambientais buscaram ontem, na Redenção, adesão contra o projeto, aprovado na Câmara de Vereadores no dia 12, que permite a construção do Pontal do Estaleiro Só, na Zona Sul.

– A idéia é formar uma massa crítica que se oponha ao empreendimento. Assim, haverá uma sustentação grande para o prefeito Fogaça vetar o projeto – diz o secretário do Fórum Municipal de Entidades, Paulo Guarnieri.

Para Guarnieri, os prédios habitacionais seriam os mais prejudiciais ao ambiente por causa da produção de esgoto. Além disso, diz ele, estima-se que a construção dos prédios resulte em mais 2,4 mil automóveis em circulação pela orla.

– O projeto de contrapartida viária apresentado pela empresa liga nada a lugar nenhum – reclama.

Jorge Debiagi, responsável pelos estudos arquitetônicos e urbanísticos do empreendimento, diz que a obra prevê a construção de uma estação de esgoto cloacal e melhorias no sistema viário, como a construção de avenida de quatro pistas, ligando as avenidas Diário de Notícias e Padre Cacique, e de outra entre a Diário e a Cavalhada.
– O trânsito será reduzido. Os moradores da Zona Sul não vão mais precisar se deslocar porque terão tudo o que precisam por perto – diz.

Para o vereador João Carlos Nedel (PP), que defende a proposta, o prefeito Fogaça não deverá vetar o projeto, apesar da pressão. Segundo ele, Fogaça disse que iria respeitar decisão dos vereadores.

 

Informações da Zero Hora.
___________________
Protestinho nada a ver que eles fizeram, sem resposta do público. A população de Porto Alegre quer o desenvolvimento da cidade, pois estão vendo que ela está ficando pra trás. Porto Alegre está se estagnando.

SIM AO PONTAL DO ESTALEIRO !

SIM A PORTO ALEGRE !



Categorias:Pontal do Estaleiro

Tags:, ,

3 respostas

  1. “Por isso, afora nos ocuparmos com nossas atividades pessoais também nos ocupamos com o futuro da cidade em que vivemos.”

    Bom ,se é isso, entao que sejam coisas que realmente beneficiam o futuro da cidade em que vivemos. Defender o Pontal do Estaleiro seria uma delas. Ir contra o pontal é lugar pra privar a populacao de ter , pela primeira vez, um acesso decente è orla. Porto Alegre deixa estupefato qualquer urbanista que vem aqui pelo total descaso e abandondo da orla, sem qualquer integração com a cidade. Lutar por POA é tentar impedir o Pontal? Se o pontal fosse dar algum prejuízo, tudo bem, mas ele é praticamente nulo.

    Porto Alegre tá virando uma verdadeira aldeia dos gauleses irredutíveis. Vamos lugar pra preservar os morros da cidade, construção de ciclovias, metrô, ônibus com biodiesel, educação no trânsito ,aceleração do crescimento da cidade, há muitas bandeiras que podem ser levantadas. Mas ir contra o Pontal do Estaleiro é defender a cidade?

    Curtir

  2. Protestar contra o desmatamento da Amazônia q aumentou nos ultimos anos, nem pensar, esses caras não vao protestar contra quem ta gov. q eles apoiam e banca a ONG $$$ deles.

    Curtir

  3. Sem sentido é tentar desqualificar o lado oponente, chamando-o de “bando de desocupados”.

    Não somos BANDO nem DESOCUPADOS!
    Ao contrário, somos muito ocupados com as questões sociais, ambientais e éticas da cidade. Por isso, afora nos ocuparmos com nossas atividades pessoais também nos ocupamos com o futuro da cidade em que vivemos.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: