RS precisa do Terminal de GNL

Será amanhã, em Brasília, a audiência sobre a AES Uruguaiana com o ministro Edison Lobão. A governadora Yeda Crusius, o secretário Daniel Andrade e o deputado estadual Frederico Antunes levarão uma nova proposta: a AES bancará o fornecimento de GNL por meio de um navio em Baía Blanca, os custos de regasificação e o transporte do gás até a usina. O governo argentino, por sua vez, terá que garantir a isenção de tributos nas operações e a disponibilidade permanente dos dutos para o transporte do gás. ‘Precisamos dessa garantia argentina, pois o país já não cumpriu o contrato de fornecimento do gás’, argumenta Antunes, ressaltando que cabe ao governo brasileiro a negociação. Antunes aproveitará a audiência para defender a instalação, no Estado, do terceiro terminal de GNL da Petrobras. ‘O problema em Santa Catarina deixou claro que o abastecimento do Rio Grande do Sul, por estar na ponta do gasoduto boliviano, é frágil’, afirma ele.



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

%d blogueiros gostam disto: