Decisão sobre Pontal adiada mais uma vez

Pontal ficará para 2009

Um dia antes da data programada pelo Ministério Público para divulgar o resultado da investigação sobre a suspeita de propina na votação do projeto do Pontal do Estaleiro, os vereadores decidiram adiar a apreciação do veto do prefeito José Fogaça à proposta.

Inicialmente prevista para ocorrer no dia 29, a análise do veto ficou para fevereiro, quando a Câmara terá mais de 40% de renovação em suas cadeiras.

Segundo o presidente da Casa, Sebastião Melo, o Pontal poderia “contaminar” a discussão dos projetos do Inter e do Grêmio, que têm forte impacto ambiental e arquitetônico na cidade.

– A decisão do MP deve ser divulgada hoje à tarde. Melo disse desconhecê-la.
Se os vereadores derrubarem o veto do prefeito e aprovarem o projeto do Pontal do Estaleiro, que permite a construção de prédios residenciais na orla, a decisão terá de ser referendada pela população. Ontem, o presidente da Câmara, Sebastião Melo, visitou o TRE e constatou que não será fácil colocar a decisão em prática:

– Precisamos de tempo. Não é tão simples quanto pensávamos.

 

Página Dez  –   Rosane Oliveira



Categorias:Pontal do Estaleiro

Tags:

2 respostas

  1. Ricardo, isso não é decisão técnica, é política. Eles querem vincular a decisão a partidos e politicagem e a ideologias baratas. É só isso que eles sabem fazer ! Mais nada ! Ah não, me lembrei de outras coisas, que todo mundo fala: vereador é feito pra ganhar dinheiro, ter mordomia, dar nomes a ruas e não fazer nada que preste pra cidade !
    Não tenho outras palavras para o momento.
    Se cair uma bomba na câmara, a cidade terá muito a ganhar !

    Curtir

  2. Talvez o Pontal nunca vá existir. E se a decisão forà referendo, então já será adiada pela quadragésima vez, e irá para 2010, ano de eleições, para vincular o referendo ao pleito eleitoral, nas mesmas urnas.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: