Falta razão e sobra emoção no Pontal do Estaleiro !!!!

Durante 15 anos a área do Estaleiro Só ficou lá abandonada, sem qualquer aproveitamento, e ninguém pediu que fosse desapropriada. Nenhum porto-alegrense colocou os pés na área. Nem dava. Não houve pôr-do-sol, lua ou sol nascendo que entusiasmasse namorados. O leilão judicial veio uma, duas, três, quatro vezes e ninguém se interessou, menos ainda a prefeitura, que não tinha dinheiro, como não tem. O pré-projeto foi aprovado em 2002. Se o veto ao aproveitamento misto dos edifícios, residenciais e comerciais, for aceito, nada impedirá que a empreendedora, no outro dia, dê entrada na Smov com o projeto original. Não tem nada contra o Plano Diretor e é área privada. Fará uma estação de tratamento de esgoto, urbanizará o local, com ruas, ciclovias e uma nova pista o ligando à Diário de Notícias, as pessoas poderão chegar até a marina. Mais de R$ 150 milhões investidos. Por que ser contra?

Quem será contra Inter e Grêmio?

Porto Alegre quer, pode e deve sediar jogos da Copa do Mundo de 2014. Mas, para tanto, a prefeitura precisa alterar o Plano Diretor. Vale fazer isso porque os dois projetos são ambiciosos, gerarão empregos e, nos três empreendimentos, Pontal, Grêmio e Inter, teremos progresso. No caso da dupla Grenal, tão-somente diminuir a altura dos edifícios e pedir também compensações, como no Pontal. Da Usina do Gasômetro até o Hipódromo poderemos ter um grande boulevard, como sugeriram engenheiros insuspeitos. Áreas saneadas, aprazíveis, embelezadas, aí sim, sendo freqüentadas. Ninguém é contra proteger o meio ambiente. Mas se proibirmos o Pontal do Estaleiro – enquanto a dupla Grenal terá tudo aprovado – tudo ficará como está, abandonado.

É crime investir para ter lucro?

Uma das terríveis acusações que se faz ao Pontal do Estaleiro, da mesma forma que aos projetos da dupla Grenal, é que os investidores querem ganhar dinheiro. E daí? Primeiro investir centenas de milhões de reais e depois não querer retorno? Só em história da carochinha. É ficção. Em Barcelona, tão endeusada por causa da Copa do Mundo de 1982, houve a recuperação justamente de áreas degradadas. A Rambla de las Flores, a principal, vai do porto até a parte central da cidade. Em Lisboa, o porto liberou os armazéns para bares, restaurantes e outros tipos de comércio. O México, com estádios que temos iguais ou melhores, realizou as Copas do Mundo de 1970 e 1986 – a de 1986 foi oferecida ao Brasil dos generais-presidentes e que não quiseram por causa dos gastos -, enquanto construímos o Maracanã em 1950, ganhamos cinco títulos mundiais e se ficou nisso. Referendo em 2010, com a minoria espalhafatosa pressionando e a minoria quieta, sabe-se no que dará.

Fernando Albrecht, Jornal do Comércio, 23/12/2008

______________________

Falou tudo Fernando Albrecht ! Apenas corrijo um dcetalhe: não foram 15 anos de abandono, e sim, 21 anos!

Os vereadores de Porto Alegre, além de tudo, são medrosos ! Lamentável isso ! Lamentável mesmo ! É o atraso na mente das pessoas! Que pena, Porto Alegre. Eu tava começando a ver um futuro promissor para a cidade…. Vereadores como Sebastião Melo, Adeli Sell, Haroldo de Souza, cadê a coerência de vocês ? Decepção completa ! Vai ser um final de ano triste esse!

Gilberto Simon



Categorias:Pontal do Estaleiro

%d blogueiros gostam disto: