No ano que vem, Porto Alegre elevará de 27% para 77% tratamento de esgoto

Desde que na década de 70 a prefeitura passou a se interessar pela recuperação da potabilidade e da balneabilidade do lago Guaíba, a capital dos gaúchos nunca mais deixou de conviver com as promessas de que o paraíso estava ao alcance das mãos, mas o máximo que se conseguiu nesses anos todos foi elevar para 27% o índice de tratamento de esgotos. Sem esgotos tratados, não dá para falar em balneabilidade e potabilidade.

As sucessivas administrações municipais, até investiram em programas ambiciosos, com e sem o apoio de outras esferas da administração pública. Nomes como Projeto Rio Guaíba e Pró-Guaíba tornaram-se comuns aos portoalegrenses.

É emblemática a foto do ex-prefeito João Verle, antecessor de José Fogaça, banhando-se nas águas  do Lami, para demonstrar a recuperação da balneabilidade do Guaíba, sem o barrigão de um Lula, é verdade,  mas com toda a intrepidez de um Mao nadando no Yang Tse.

Não foi tudo em vão.

O programa que está em execução desde o final do primeiro mandato do prefeito José Fogaça, o Pisa, o Programa Socioambiental, é muito mais ambicioso. Trata-se de um programa de R$ 700 milhões. É muito dinheiro. Ao final da primeira etapa, prevista para o ano que vem, 2010, o índice do tratamento de esgotos subirá dos 27% atuais para 77%. Os esgotos tratados de Porto Alegre, 1,4 milhão de habitantes, beneficiarão 1,1 milhão de portoalegrenses, contra os 370 mil atuais.  Já no final do ano que vem. As obras correm para valer. ”Em 2014, quando o Sistema de Esgoto Sanitário do Sarandi (zona Norte) estiver concluído (já está em obras), iremos a 94%”, avisou Flávio Presser, diretor Geral do Dmae. O Dmae é o Departamento Municipal de Água e Esgoto de Porto Alegre, cujo orçamento deste ano será de R$ 310 milhões.

– As redes coletoras de esgoto, 140 kms, R$ 64 milhões, das regiões da Restinga, Cavalhada e Ponta Grossa, estão praticamente concluídas. Neste momento, saem as obras da estação de bombeamento da Ponta da Cadeia (R$ 10 milhões). As licitações dos tubos para conduzir o esgoto da Ponta da Cadeia para a Estação de Tratamento da Ponta Grossa (R$ 132 milhões) e da estação propriamente dita (R$ 110 milhões) começaram (os consórcios já foram pré-qualificados). Em dois anos estará tudo pronto. 

Políbio Braga, 08/01/2009

____________________

Excelente notícia para a cidade. Se realmente o cronograma se realizar, o Prefeito Fogaça entrará para a história duplamente, por ser reeleito e por praticamente limpar o Guaíba. Parabéns Porto Alegre!



Categorias:Meio Ambiente

Tags:, , ,

2 respostas

  1. Prezado Senhores,

    Bom dia!

    Estou escrevendo para solicitar “ajuda” à vocês, pois não aguentamos mais se dirigir à órgãos da nossa Prefeitura e nenhuma atitude é tomada.

    Moramos no loteamento Túnel Verde do bairro Ponta Grossa (não trata-se da invasão, pagamos nosso terreno e casa) ao lado do loteamento Riograndense, o DMAE contratou uma empreiteira para fazer o serviço de escoamentos pluviais da tal Estação de Esgoto que vai ser instalada lá, essa empresa se chama ZETEC, esta empresa fez o serviço de péssima qualidade sendo que os canos foram enterrados mas quebrados e entupidos, fazendo que o escoamento do esgoto pluvial fique trancado.

    Já ligamos várias vezes quase que diariamente, enviamos e-mails para DMAE, DEP, PREFEITURA e um empurra para o outro mas nada adianta, inclusive falamos com Encarregado da empreiteira, mas ele disse que isso não é problema deles.

    Quando cair uma criança em um dos buracos cheios dágua (5 metros) e morrer, pode ser que algum desses órgão tome uma providência.

    Na próxima chuva não sei que acontecerá com nossas casas (Rua dos Gerânios – loteamento Tunel Verde) pois o escoamento está todo trancado, sendo que em outra chuva forte que ocorreu vários terrenos no final da rua ficam alagados, entrando em nossas casas.

    Não sabemos à quem recorrer, faltou Fogaça, Lula , Obama..não sei mais à quem.

    Pelo amor de Deus nos ajudem!

    Segue em anexo “um” dos e-mails enviados, fotos do entupimento.

    Peço desculpas pelo desabafo e agradeço

    Curtir

  2. Alem disso, o prefeito fez o que ninguem nunca fez: o conduto-forçado que acabou com as enchentes anunciadas da Floresta e Goethe.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: