Estratégia no camelódromo

Assim que o camelódromo abrir, como evitar que novas hordas de camelôscamelod ocupem o espaço? O secretário Idenir Cecchim, da Smic, garante que tão logo o camelódromo comece a funcionar, todo o entorno da Praça XV vai virar área azul, sob estrita vigilância de fiscais da Smic e da Brigada Militar. Mesmo na Praça da Alfândega só ficarão os artesãos. Ficarão apenas algumas bancas que, no dizer de Cechim, fazem “parte da paisagem”, como vendedores de cachorro-quente e pipoqueiros.

Fernando Albrecht



Categorias:Revitalização do centro

Tags:, , ,

1 resposta

  1. É bom, mesmo, que seja feita uma dura fiscalização sobre esses contrabandistas, receptadores, vendedores de remédios sem receita, sonegadores, contraventores, que se diziam ser… camelôs coitadinhos.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: