Volta dos bondes ?

Boa idéia, mas…

Com a retirada, breve, dos camelôs e ambulantes do Centro da Capital, fica a dúvida sobre o que farão os permissionários das bancas do antigo abrigo dos bondes da Praça XV. Haveria técnicos da prefeitura pensando em recuperar o passado, colocando novamente bondes na área. Vai ser difícil colocar novamente a rede aérea, recuperar os dormentes e trilhos.

Fernando Albrecht

_________________________

Volta ao passado ? É isso que queremos para o centro ?

Praça XV de Novembro em 1920 (Acervo Fototeca Sioma Breitman, PMPA)

Praça XV de Novembro em 1920 (Acervo Fototeca Sioma Breitman, PMPA)



Categorias:Revitalização do centro

Tags:,

8 respostas

  1. o bonde historico tem que voltar urgente.. em santos é um sucesso absoluto…. nas mãos do trem surb não sai nada!!! aquilo é virado em sindicalistas e grevistas…..Vamos esperar para ver

    Curtir

  2. Este assunto não trata da re-implantação de bondes históricos, apesar de que se ter uma linha dessas, do tipo “turística”, no centro, não é uma má idéia. Mas trata sim da urgente implantação deste que é um dos mais modernos meios de transporte público urbano, da maioria das grandes cidades do primeiro mundo, e que ao invés de simples e inexplicávelmente retirá-los de circulação, como fizemos aqui, evoluíram bastante. Como os “tramvia” de Barcelona, que muito utilizei quando morei por lá. Modernos, versáteis, e confortáveis, são de implantação simples, rápida, e muito mais econômica, se comparado a qualquer sistema de metrô. Silenciosos e não poluidores, articulam-se no trânsito de pedestres e automóveis com precisão e muita segurança. Porto Alegre possui várias vias onde a sua adaptação seria muito fácil, como a Av. Ipiranga, por exemplo. Deixo aqui um site para quem deseja se ilustrar melhor : http://www.trambcn.com

    Curtir

  3. Do geito como se arrasta, duvido que antes de 2012 tenham realmente a
    implantação do Projeto”Bonde Histórico”.Como depende do poder público
    municipal, demorará muito até que vejamos algum bonde alegreando-nos a vê-los rodar.Se visitassem os países desenvolvidos, veriam que o ato de
    retira-los de circulação de Porto Alegre foi crime contra a economia popular.
    Tive a oportunidade de conhecer uma cidade que lembra a capital gaúcha,
    em Toronto tem 12 linhas de bondes que fazem parte do sistema de transporte público municipal, e não consideram-no como ultrapassado, só
    mesmo num país como o Brasil para jogar no ferro velho tantos veículos não poluidores, incluindo os Tróleibus.É lamentavel ver Porto Alegre sem o
    transporte tão limpo e econômico, que era a marca registrada da capital gaúcha.Quando vejo os trilhos ainda existentes penso em como fizeram isto.Lamentável!

    Curtir

  4. Mexam o que quiserem na paisagem. Mas no Centro, o povo é mal-educado, rude, grosseiro, o Português foi assassinado (plural não existe) e o banho não é prioridade.

    Outra coisa: estacionamento rotativo + chopp na Praça XV = perda da carteira.

    Curtir

  5. Creio que quando se fala em bonde em Poa seja um bonde em estilo antigo, só pro turismo, não?

    Mas que seria interessante ter bondes de verdade, seria. Poderiam até aproveitar os horriveis corredores de onibus. As poluidas Assis Brasil e Farrapos agradeceriam.
    Claro que estou falando genericamente, pois tudo precisa de estudo: seja metro, onibus, trólebus, bondes, nada pode ser pensado isoladamente.

    Curtir

  6. Também acho que não seria uma volta ao passado. Cidades como Amsterdã, Lisboa, Varsóvia, Cracóvia, Praga, Berlim, Bruxelas, pra citar algumas, fazem uso do bonde mas não consigo visualizar uma implantação comercial na cidade, atualmente.
    Aqui em Porto Alegre há sim um projeto de bonde turístico, no site do Trensurb é apresentado este projeto.

    Curtir

  7. Bondes são uma excelente opção de transporte urbano, pois têm via dedicada, requerem menos manutenção, não poluem de forma direta. Para Porto Alegre, o projeto dos Portais poderia ser acrescido de bondes para certas linhas. Pesquisem sobre os bondes em uso hoje nas cidades européias e verão que não é uma “coisa do passado”.

    Curtir

  8. “Volta ao passado ? É isso que queremos para o centro ?”
    Depende do jeito que for feito. Claro que, se acontecer, vai ser só como uma atração turística. mas que, espero, venha acompanhada de outras ações, e que o trajeto tenha outras atrações.
    Ah, e tô esperando o dia que o Centro não feche todo às 19:00 da tarde. Com sol pleno.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: