Vale a pena lembrar alguns comentários…

“PROVINCIANISMO TOTAL !! ESTES METIDOS A AMBIENTALISTAS ACHAM QUE TEM O DIREITO DE BARRAR O PROGRESSO. QUAL É A UTILIZAÇÃO DAQUELA ÁREA HOJE PARA A POPULAÇÃO?
NENHUMA. APENAS ESCOMBROS.
QUE CONTRASTE. DE UM LADO UM MEGA ENPREENDIMENTO COMERCIAL E, ATRAVESSANDO-SE A AVENIDA, UM MEGA DEPÓSITO DE CALIÇA.
ESTÃO ESPERANDO UMA INVASÃO DOS SEM-TETOS PARA DEPOIS TERMOS DE PAGAR PARA QUE SEJAM RETIRADOS E REALOCADOS.
VOLTEM PARA AS CAVERNAS DA IGNORANCIA.
E O MORRO DO OSSO QUE ESTA SENDO INVADIDO?
VAMOS MANDAR O SR. BETO MOESH E A SUA CORJA DE PSEUDO AMBIENTALISTAS DEVOLVER PARA A POPULAÇÃO AQUELE ESPAÇO QUE É DE TODOS OS PORTO ALEGRENSES.”

Arlindo Martins, 11/01/2009, em relação à área do ex-Estaleiro Só

“Porto Alegre está marcando passo, perdendo oportunidades por falta de consenso entre a população (e os movimentos que a representam) e seus representantes públicos, sem falar na inércia do poder executivo em tomar decisões. É incrível como “deram” um segundo mandato ao Fogaça. O provincianismo está dominando os debates e as (in)decisões. Se a discussão for seguir o exemplo do trem de superfície, a capital verá projetos na orla do Guaíba dentro de uns 20 anos, ou mais…”

Wander Dantas, 27/02/2009

“Se a maioria da população quer desevolvimento e beleza na orla, mas há muuuuitos anos o que se vê é o contrário, ou seja, uma infinidades de movimentos contra-tudo e contra orla bonita, então estamos diante de um caso espantoso na humanidade, onde a maioria da população quer uma coisa, mas essa maioria é invisível, muda e morta. Surreal.”

Georgeano, 24/11/2008

“O que tem a ver Santa Catarina com predios perto da orla? Sao coisas completamente diferentes.

Em Santa Catarina, o problema foi o acumulo de água nas rochas dos morros que levaram aos desabamentos, devido ao fato de serem morros feitos de rochas sedimentares, que acumulam água como uma esponja, causando esse desabamento.

Como a orla do guaíba vai desabar, se não há qualquer declividade e o que predomina em Porto Alegre são rochas magmáticas, que não têm essa capacidade de armazenar água?

A Lei Ambiental é respeitada pelas empresas de construcao civil . Quem nao respeita a lei é quem está construindo barracos nos morros da cidade e matando o Morro do Osso, entre outros. Por que nao combater isso, em vez de chiar com o Pontal do estaleiro?”

Filipe Wels, 12/12/2008

E o que faz a Câmara de Vereadores de PRÁTICO diante disto?

O esqueleto é uma vergonha e só agora que os camelôs foram para a Praça Ruy Barbosa é que temos a noção de que o esqueleto era (e é), na verdade, o coração da contravenção. As bancas realmente deixaram a Praça XV, mas algumas pessoas na esquina da Otávio Rocha com a Marechal Floriano seguem oferecendo CDs e DVDs. Por que ali? Por que AINDA ali? Talvez a imensa caveira laranja possa responder…

Guilherme, 20/02/2009

Porto Alegre relamente tem uma orla lindissima e sub aproveitada… Não me venham coma desculpa que o crescimento implica em danos ao meio ambiente. Crescimento ordenado, com fiscalização permitiriam aos portoalegrenses e aos turistas que aqui visitam, usufruir destas areas. No entanto, falta iniciativa publica, incentivos financeiros e principalmente projetos que viabilizem esse desenvolvimento. Sou morador de Belem a 4 anos…Apesar do abandono do lugar, da distancia, do transporte coletivo extremamente caotico, não troco Belem poroutro Bairro de Poa…Mas acho que o poder publico poderia agir mais ali. Incentivar empregos voltados ao turismo local, efetuar melhorias na infraestrutura…e aumentar o poder de fiscalização em um dos poucos redutos verdes da capital. Quanto ao Lami, foi sim, feito alguma coisa…mas parou por ai…O Lami, a população e os turistas merecem mais…Crescimento consciente e responsável é sinonimo de natureza protegida e população satisfeita…E ai, srs vereadores? Queremos mais que outdoors agradecendo votos ou parabenizando por um feliz natal…Queremos que honrem o nosso voto e façam jus aos seus salarios…Façam mais por Porto Alegre…

Alexandre, 18/02/2009

A prefeitura poderia investir em turismo.
Poderia criar atrações pra cidade.
Alguma grande atração.
Poderia deixar construir uma torre-mirante (adeus torre do Belvedere e Oceanario)
Poderia deixar construir pelos menos uns 2 bonitos hotéis em nossa orla de 72 km.
Poderia deixar construirem alguma marina com atrações nela.
Poderia liberar o gabarito em algum ponto que seja.
Poderia DEIXAR os empresários fazerem um monte de coisas. Claro que com cuidados, etc, isso ninguem discute.
Mas aqui tudo não pode fazer.
Depois perguntam porque aqui não há uma avenida como a Beira Mar Norte de Floripa, ou uma Marina como a da caital C e D, um hotel como na cidade E, predios novos como em F, depois perguntam porque aqui não ha turismo se nossa paisagem é tão privilegiada…
Depois erguntam como pode acontecer uma novela tão NOJENTA e revoltante como a do Pontal…
Todas as respostas são: Porto Alegre deixou de ter coisas legais e bacanas como outras cidades do Brasil e do mundo, porque aqui decidiu-se ser uma cidade melhor do que todas as outras, proibindo-se tudo. Desestimulando todos que querem investir. Asfixiando a cidade. Proibindo tudo.

Jackson, 10/02/2009

Quem sabe o Fogaça não deve se lembrar do motivo pelo qual senta na cadeira do pequeno palácio em frente à Praça Montevidéo: para representar o povo, ‘executar’ a cidade. Decidir, estudar, propor a cidade.

E não dizer: “sou incapaz de decidir coisas. Sou incapaz de governar. Sou incapaz de ser prefeito.”

Quero só ver qual será a próxima palhaçada: um referendo popular para decidir se deveremos trocar ou não as tampas quebradas de bueiros da cidade? Se devemos ou não pintar as faixas de trânsito apagadas?

Pelo visto Porto Alegre carece de um Prefeito, de um ADMINISTRADOR PÚBLICO.

Rodrigo Marques, 10/02/2009

Isto é um absurdo!
A câmera de vereadores não são nossos representantes ? Se são, pra que consulta popular ? Não é uma incoerencia ? O projeto do portal é tão bacana, nao tem porque não sair.

Manoel, 10/02/2009

Posso perguntar algumas coisas?
Porque houve eleição de vereadores?
São eles nossos representantes?
Eles não deveriam votar os assuntos em pauta?
Eles não são responsáveis o suficiente para tomar decisões?
Se não são responsáveis, porque se tornaram candidatos e se elegeram?
Se são nosos representantes, porque haveria consulta popular?
Colocar uma consulta popular é uma vergonha. É a incompetência, a covardia e o descaso com o voto da população da Câmara de Vereadores.

Que a Câmara assuma sua função e suas responsabilidades.

Gilmar Mattos, 10/02/2009



Categorias:Opinião

Tags:

%d blogueiros gostam disto: