Porto de Rio Grande mais fundo

O consórcio formado pelas empresas Odebrecht (Brasil) e Jan de Nul (Holanda) foi o vencedor da licitação para executar as obras de dragagem para aprofundar os acessos ao Porto do Rio Grande.

A empreitada vai custar aproximadamente R$ 200 milhões e deve ser deflagrada em dois meses.

A profundidade do canal de acesso ao porto gaúcho deverá ser ampliada de 14 para 18 metros.

O novo calado deverá ser um dos maiores entre portos do Brasil e do Mercosul.

Zero Hora, 12/03/2009



Categorias:Economia Estadual

Tags:

%d blogueiros gostam disto: