Trensurb apresenta linha da copa na câmara de vereadores

Sexta-feira, 20 de Março de 2009 Vereadores conheceram os pontos importantes da obra e debateram o projeto O superintendente de Desenvolvimento e Expansão da Trensurb, engenheiro Humberto Kasper, apresentou nesta quinta-feira, 19, no plenário da Câmara Municipal de Porto Alegre, o projeto do Metrô de Porto Alegre/Linha da Copa. Na ocasião, Kasper salientou a importância do projeto, dentro do Plano Integrado de Transportes e Mobilidade Urbana (PITMurb), que está sendo desenvolvido com a participação das três esferas de Governo (Trensurb, Metroplan e EPTC) e que prevê a integração com os outros modais de transporte coletivo da Capital e Região Metropolitana de Porto Alegre. Kasper destacou a necessidade da implantação imediata da primeira fase, não só para que esteja pronta para a Copa do Mundo de 2014, mas, principalmente pelo que ela trará de melhoria para a mobilidade urbana. “Existem projetos como esse em outras cidades, integrando ônibus e metrô, e que trazem grandes benefícios para a população, como revitalização de áreas de comércio urbanas que encontram-se degradadas, redução de acidentes de trânsito e também melhoria da qualidade de vida das pessoas, com a criação de novas fontes de emprego e renda”, disse o dirigente. A primeira fase do Metrô de Porto Alegre/Linha da Copa tem orçamento de R$ 3.055.781 mil e conclusão até o final de 2013, em Metrô Leve com quatro carros, com capacidade para 760 passageiros e velocidade entre 30 e 35 quilômetros por hora. A direção da empresa ampliou para 20,7 quilômetros o projeto para alcançar já na primeira fase as integrações com a Zona Norte da Cidade e ligações com os municípios de Cachoeirinha, Alvorada e Gravatai, e para tornar a obra mais viável economicamente, no caso de ela vir a ser realizada através de Parceria Público Privada (PPP). A direção da Trensurb trabalha com a previsão de iniciar a obra no ano que vem. A proposta prevê a compra de 44 trens (40 para entrar na linha e quatro reservas) para a primeira fase e um cronograma anual de investimentos para implantação. O traçado previsto para conclusão até 2013 para a Copa do Mundo sai do Mercado Público, pela Avenida Borges de Medeiros, Praça Itália, Avenida Praia de Belas, com duas alternativas de prosseguir até a Rótula do Papa, na Azenha (uma pela Rua Marcílio Dias e outra pela Avenida José de Alencar, que aumentaria a extensão em 1,5 quilômetro), seguindo pelas Avenidas Azenha, Bento Gonçalves, Antonio de Carvalho, Campus da UFRGS, e Avenida Manoel Elias. A Linha da Copa prevê uma primeira parte subterrânea, até a avenida Antonio de Carvalho; em elevada até o Campus da UFRGS; e em superfície até a Avenida Manoel Elias, com sete estações de integração multimodal. Na proposta é considerada a integração com os Portais da Cidade, previstos pela Prefeitura de Porto Alegre. Na parte de superfície, o metrô será construído numa profundidade que possa, no futuro, vir a receber cobertura. A apresentação do projeto para os vereadores marcou a abertura das sessões especiais de quintas-feiras, que sempre abordarão um assunto de interesse da comunidade dentro do espaço Temas da Cidade. A sessão foi comandada pelo presidente da Câmara vereador |Sebastião Melo e contou com a participação, além dos vereadores e convidados, do secretário de Transportes e Mobilidade Urbana de Porto Alegre e diretor da EPTC, Luiz Afonso Senna, e do diretor de Operações da Trensurb, Paulo Renato Amaral. fonte: http://www.trensurb.com.br



Categorias:Outros assuntos

2 respostas

  1. bah vai ficar muito legal, mais ainda pra mim que moro no bairro Agronomia. bah muito bala, valew prefeitura, valew fogaça. tomara que tu fique pra sempre na prefeitura de POA…um abraço pra todos que apoiam esse projeto.

    Curtir

  2. Dá até medo. Os projetistas não parecem conhecer nossa geografia ou nossas ruas. Ir até Praça Itália pra voltar pra Marcílio Dias seria um tremendo balão, não faz sentido. Metrô nenhum faz as curvas fechadas que seriam necessárias para isso. Faz muito mais sentido a curva ser ampla, começando na Borges e terminando na Marcílio, com estação sob o Shopping.

    Além disso, a rótula do papa é aquela ao lado do Olímpico… se o traçado for pela Marcílio, nem tem como passar por lá.

    Trensurb, prefeitura, Gov Federal: Me acordem quando tiver um projeto executivo pronto, com todas as intervenções bem delimitadas. Até agora, só vejo chutes.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: