Pontal: Lei e consulta serão discutidos na prefeitura

José Fogaça deve convocar hoje reunião com Comitê Gestor

O prefeito José Fogaça deve convocar hoje uma reunião com o Comitê Gestor da prefeitura que discutirá a manutenção da lei aprovada sobre o Pontal do Estaleiro e a realização da consulta popular prevista em uma das emendas do projeto que passou pela Câmara de Vereadores.

O assunto causou divergências até dentro da prefeitura depois que, na quinta-feira, a BM Par Empreendimentos – proprietária do terreno onde se localiza o antigo Estaleiro Só, na zona sul da Capital – enviou uma carta a Fogaça manifestando a desistência da proposta de erguer no local prédios residenciais, ponto sobre o qual a população seria questionada.

A lei atual, aprovada em 2002, permite a construção apenas de edifícios comerciais no local hoje ocupado pelas ruínas do estaleiro, mas o projeto Pontal do Estaleiro contemplaria ainda moradias, hotel e área de lazer.

O prefeito quer manter a lei aprovada e defende a realização da consulta popular, enquanto que o vice-prefeito José Fortunati acredita que, com a decisão da empresa, o processo para saber a opinião da população perde seu objeto.

A reunião, segundo a assessoria de imprensa de Fogaça, deve ocorrer ainda nesta semana para ouvir as opiniões do Comitê Gestor.

ZH, 13/04/2009



Categorias:Outros assuntos

%d blogueiros gostam disto: