Inacreditável: mais um entrave à ampliação da pista do Salgado Filho

Cemitério de sapos I

Dez entre 10 sapos gostam de ser enterrados no Rio Grande do Sul. O último enterro deste batráquio ocorreu no aeroporto Salgado Filho. Quando parecia que a sonhada e esperada ampliação da pista se daria em prazo curto, uma vez que a remoção das vilas Dique e Nazaré são favas contadas e caminham em acelerado, agora surgiu outro problema nada fácil de resolver.

Cemitério de sapos II

Segundo o secretário municipal Clóvis Magalhães, da Gestão, a Infraero informou que só poderá ser ampliada a pista se for removida a vila Floresta, que fica entre a pista e a avenida Sertório. Não é uma vila clássica e nem são casebres. Para removê-la seria necessária desapropriar a área e o Estado, que faz parte da equação, já mandou recado dizendo que não tem recursos para isso.

Veja o mapa:

Imagem: Google Maps (clique para ampliar)

Imagem: Google Maps (clique para ampliar)

Fernando Albrecht, 05/05/2009



Categorias:Economia da cidade

Tags:, , ,

2 respostas

  1. Impressionantiiiiiiissimo!!

    Curtir

  2. Impressionante!

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: