3 PROJETOS PARA O RIO GRANDE – Um metrô para a Copa

Na Capital, a máxima segundo a qual obras subterrâneas não têm visibilidade não se aplica. O metrô – em sua maior parte localizado abaixo do solo – é uma obsessão popular há anos. Agora, a preferência dos porto-alegrenses pelo meio de transporte comum à maior parte das metrópoles mundiais tem uma oportunidade histórica de sair do papel.

A confirmação da cidade como uma das 12 sedes brasileiras da Copa de 2014 abre a possibilidade de que o metrô seja incluído no chamado PAC da Copa, uma série de investimentos em infraestrutura a fim de adequar o país para uma das competições esportivas mais importantes do mundo. Passado o evento, os trens subterrâneos permaneceriam como um legado capaz de desafogar o trânsito em ruas e avenidas e garantir transporte ágil para 300 mil pessoas a cada dia.

A implantação de uma linha de 15,3 quilômetros entre o Centro e a Zona Leste seria a primeira fase de um projeto mais ambicioso: a criação de uma rede circular de 34,7 quilômetros incluindo a Zona Norte, ao longo de 25 anos, além de melhorias no sistema de corredores de ônibus. Para colocar o projeto nos trilhos, é necessário garantir recursos da União e definir o modelo de licitação.

Apelidada de Metrô da Copa, a primeira linha contaria com 16 estações e partiria do Mercado para passar pelas proximidades dos estádios Beira-Rio e Olímpico e pelos campi da Pontifícia Universidade Católica (PUCRS) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), entre a Capital e Viamão.

metro-linha2-obra

 

Zero Hora, 04/06/2009



Categorias:Metro Linha 2

Tags:

2 respostas

  1. Estou muito animado. Parece que o projeto vai sair mesmo.

    Curtir

  2. Muito bom, espero que esse sonho de Porto Alegre se realize de verdade nesse próximos anos.

    Pena que não seja feito primeiro o ramal do Metrô que passa pela Assis Brasil, pois naquela região a circulação está muito mais crítica.

    Então, depois de concluído esse trecho para o bairro Agronomia, passando pelo Menino Deus (Beira-rio), devemos continuar na LUTA pela concretização do metrô da zona norte.

    Ainda sonho que no futuro se construa um metrô para a zona sul (Restinga) e seja feita a conecção desse sistema de metrôs com as cidades da região metropolitana (Viamão, Alvorada, Cachoeirinha e Gravataí) por trem de superfície mesmo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: