Novos ventos sopram o aeromóvel

Trensurb e PUCRS têm projetos para revigorar o trem impulsionado pelo ar, concebido nos anos 1970

aermovel3O aeromóvel parece, enfim, ter encontrado uma vocação. Vinte e seis anos depois de deslizar macio pela primeira vez em Porto Alegre, na pista experimental da Avenida Loureiro da Silva, a invenção do engenheiro Oskar Coester deve estrear remodelado em dois novos pontos da cidade: no trecho entre o Aeroporto Salgado Filho e a linha do Trensurb e no campus da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

As experiências devem servir para o lançamento comercial do trem movido a ar, agora ligando trechos curtos, deixando para trás a pretensão de substituir o transporte de massas, como ônibus e metrô. Apesar de ainda não confirmados, os dois projetos estão adiantados. O mais próximo da realidade é a linha do Trensurb, que depende de sua inclusão no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal como parte da melhoria de acesso dos aeroportos ao transporte coletivo, medida considerada fundamental para preparar as cidades que receberão a Copa do Mundo de 2014, como Porto Alegre. O estudo de viabilidade urbanística, primeiro passo para aprovação da obra, será apresentado nesta semana.

Segundo Humberto Kasper, superintendente de Desenvolvimento e Expansão do Trensurb, a obra está orçada em R$ 30 milhões, cerca de um quarto do valor de outras soluções oferecidas por fabricantes internacionais. A linha terá cerca de 820 metros e levará até 300 passageiros em um único vagão.

– Dependemos só da liberação dos recursos para começar a obra. Do ponto de vista técnico, está tudo pronto – garante Kasper.

A linha pode ficar pronta em um ano, mas, mesmo que o dinheiro não venha, os entusiastas do projeto comemoram uma nova fase do aeromóvel. A pretensão inicial de Coester, na década de 1970, quando teve a ideia durante congestionamentos na BR-116, era criar um veículo leve, com custo energético menor do que os automóveis, por exemplo, nos quais a relação entre o peso do carro e o do passageiro é de 10 para 1. Coester imaginou um barco à vela ao contrário, com a vela embaixo, empurrada por um túnel de vento e deslizando em trilhos de baixo atrito.

– É um charutinho de alumínio. Tu dá uma soprada e ele vai embora – descreve.

Nunca ficou claro porque o transporte, tido como revolucionário por alguns, não vingou. O jogo, porém, começou a ser virado em 2004, quando o Ministério de Ciência e Tecnologia emitiu parecer recomendando o fomento ao aeromóvel. Em 2007, foi criado o Projeto Aeromóvel entre a PUCRS, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Aeromóvel Brasil SA, empresa de Coester. Cerca de 150 pesquisadores encontraram novas soluções para tentar colocar o sonho de Coester em prática dentro de dois anos. As pesquisas levaram a inovações que só serão reveladas em agosto, quando o projeto será concluído, após o registro das patentes. Será que, desta vez, o aeromóvel vai?

– Acho que ele nunca parou – sorri Coester.

 

CONHEÇA OS TRAJETOS

NO AEROPORTO
O projeto prevê a interligação da linha do Trensurb com o Aeroporto Salgado Filho. A linha terá extensão de 820 metros e levará até 300 passageiros em um único vagão. A obra está orçada em R$ 30 milhões.

aermovel1

NA PUCRS
Ligará as duas partes do campus divididas pela Avenida Ipiranga, uma distância de 1,5 km. A pista seria construída em uma elevada sobre avenida e o Arroio Dilúvio. O início das obras depende de liberação de recursos da Finep. O orçamento será apresentado em agosto.

aermovel2

BREVE HISTÓRIA DE UM INVENTO
Principais momentos na trajetória do aeromóvel:
1977 – Montagem do protótipo original
1980 – Apresentação de um veículo de testes na feira de Hannover, na Alemanha
1982 – Linha piloto em Porto Alegre começa a ser construída
1983 – Primeira viagem com sucesso do veículo, ao longo da Avenida Loureiro da Silva, em Porto Alegre
1986 – Assinado financiamento para conclusão da linha piloto na Capital. No mesmo ano, um grupo da Indonésia visita Porto Alegre para conhecer o projeto
1989 – O aeromóvel é inaugurado na Indonésia
2004 – Ministério da Ciência e Tecnologia emite parecer recomendando o aeromóvel
2007-2009 – Novas tecnologias são pesquisadas para o aeromóvel, com apoio de UFRGS, PUCRS, e governo federal

ZERO HORA, 07/06/2009



Categorias:Aeromóvel, Meios de Transporte / Trânsito

Tags:

2 respostas

  1. Não sou especialista nem tecnico,mas ao meu ver seria a melhor solução paa o transporte em Porto Alegre,uma solução ecologica,,tecnologica e muito atraente,traria turistas,mas no Brasil parece que os responsaveis não pensam no bem comum,mas sim no quanto eles irão arrecadar para suas contas pessoais,talves agora eles entrem num consenço quanto a isso e tenhamos o aeromovel em nossa maravilhosa cidade

    Curtir

  2. Será que vai ??? Eu acredito. Imagina um Aeromóvel no aeroporto de POA ? Seria o primeiro aeroporto da AMERICA LATINA a utilizar do serviço.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: