AEROMÓVEL NO AEROPORTO INAUGURA EM MARÇO / 2010

O aeromóvel, cujo estudo de Viabilidade Urbanística, ligando a Estação Aeroporto do metrô ao aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre, foi entregue ao secretário José Fortunatti, custará apenas um quarto de projetos similares usados em outros aeroportos, segundo o superintendente Humberto Kasper da Trensurb.

O aeromóvel terá 854 metros de extensão, percorridos em 70 segundos. Para atender aos usuários, contará com dois carros, um para 150 e outro para 300 passageiros, utilizados conforme a demanda.

A linha terá dois terminais, um na área paga da Estação Aeroporto e outro junto à passarela de acesso ao edifício garagem do Aeroporto Internacional Salgado Filho. A transferência entre linhas será feita sem ônus aos passageiros.

O passageiro que desembarcar no Aeroporto Salgado Filho pagará o valor unitário da passagem para utilizar o aeromóvel até a Estação Aeroporto, e ali será possível embarcar no trem sem adquirir outro bilhete. Da mesma forma, o passageiro que desembarcar na Estação Aeroporto e desejar ir ao Aeroporto Salgado Filho, pagará só uma passagem. O sistema será totalmente automático, sem necessidade de condutor. Além disso, o layout dos carros será feito para atender às normas de acessibilidade universal, facilitando o acesso a cadeirantes, idosos e portadores de deficiência visual. Também está previsto espaço para o transporte de bagagens e malas de viagem.

As obras iniciam em agosto deste ano, e a previsão é que esteja operando em março de 2010. O valor da obra está orçado em R$ 29,884 milhões.

Estudo foi entregue ontem à Prefeitura

Estudo de transporte, que fará a ligação entre a Estação Aeroporto e o Salgado Filho, foi entregue ontem à prefeitura

Depende da prefeitura o avanço de uma obra que aproximará a atual Capital daquela que deverá existir em 2014. Secretarias municipais irão analisar o Estudo de Viabilidade Urbanística do projeto de aeromóvel que ligará a Estação Aeroporto da Trensurb e o Salgado Filho, entregue ontem pela empresa. Somente com a concessão das licenças a obra poderá se iniciar.

O presidente da Trensurb, Marco Arildo Cunha, entregou o estudo ao secretário extraordinário da Copa de 2014, o vice-prefeito José Fortunati. O projeto já havia ganho notoriedade no ano passado, quando entrou em um pacote de sugestões levadas à Presidência da República para integrar o chamado Plano de Mobilidade Urbana a ser implantado até a Copa do Mundo em diferentes cidades.

aeromovel-aeroporto

Informações:  www.affonsoritter.com.br e ZH, 16/06/2009



Categorias:Aeromóvel

Tags:,

15 respostas

  1. Há registros escritos de experimentos com energia pneumática desde o séc. III A.C, em Alexandria. Redescoberta no renascimento, passou a ser objeto de estudo de cientistas, mas aplicações práticas sempre esbarravam por ser uma forma de energia difícil de ser controlada. Somente a partir da decada de 50 começou a ser amplamente utilizada na indústria e a partir daí diversas aplicações foram surgindo.

    Ao meu ver o mérito do projeto do aeromóvel é justamente tirar proveito dessa tecnologia para a criação de uma solução concreta de tranporte urbano, e ainda conseguindo implantar um protótipo funcional até os dias de hoje.

    Nunca soube de problemas com a vedação do duto, quem citou poderia explicar exatamente qual seria o problema?

    Ainda que não seja a solução para todos os problemas de mobilidade urbana, com certeza resolveria muitos deles.

    Curtir

  2. Para melhor entender o desenvolvimento dos meios de transporte, anexo alguns atalhos onde poderá ser encontrado um resumo da evolução dos meios de transporte por meio de gás pressurizado. As máquinas a vapor, inicialmente eram
    estacionárias, e foram utilizadas em minas para bombear a água do subsolo para a superfície. Depois passou-se a
    utilizar o vapor como meio para insuflar ar novo na mina, de forma a manter a vida no subsolo. Neste mesmo momento,
    foi enxergada a possibilidade de movimentar junto com o vapor e o ar, um vagão para transportar o minério. O
    processo não se desenvolveu, porque a vedação dos dutos era problemática, e a eficiência muito baixa. Então foi
    abandonada, junto com a evolução da máquina a vapor móvel, que se tornou um padrão de veículo e tecnologia. A idéia
    de usar o vapor ( ou ar comprimido) como meio de propulsão é muito antiga, e já foi exaustivamente testada
    principalmente na Inglaterra, no século XIX. A sua evolução foi a locomotiva, ou seja, passou-se de um motor
    estacionário para um motor móvel autotransportado.

    Vejam em:

    http://steam-up.co.uk/traction_engine_history.htm
    http://www.sunnisidelocalhistorysociety.co.uk/durham.html
    http://www.geograph.org.uk/gallery/the_stationary_steam_engine_11676
    http://wapedia.mobi/en/Puffing_Devil

    Curtir

  3. Deixem-me sugerir um artigo publicado na Assembléia Legislativa do RS, do consagrado jornalista Adão Oliveira.

    http://www.al.rs.gov.br/ag/clipagem/noticias.asp?txtIDMATERIA=220876&txtIdTipoMateria=8&txtIdVeiculo=24

    Curtir

  4. Tenho duas sugestões para o desenvolvimento do aeromóvel:
    1) Achar um empresário ou instituição financeira que banque o desenvolvimento dos protótipos, até a confirmação de sua viabilidade técnica e econômica. O governo não deve financiar a iniciativa privada, que por definição, visa lucro.
    2) Tentar de todas as maneiras resolver o problema de vedação do duto, que gera inúmeros e insolúveis problemas de manutenção, fato que desaprovou o protótipo de Jacarta. O empresário autor da idéia, deveria ser mais honesto, e falar nos pontos fracos da idéia, além de mostrar os lados positivos. Na mídia atual, só se falam em vantagens. Isto NÃO é verdadeiro.

    Curtir

  5. Lamento informar ao Sr. Augustin Woeltz, que ele foi enganado, pois o Sr. Coester não é engenheiro.
    Tampouco o sistema de transporte pneumático é novo, como ele tenta passar, o mesmo já era utilizado no século XIX na Inglaterra, e depois abandonado por inviabilidade.
    Sim à moralidade pública – não vamos financiar utopias.

    Curtir

  6. Parece que este espaço de discussão naõ é mais utilizado.

    Sinto demais. dado que o aeromóvel é uma das mais incríveis soluções para nosso transporte de passageiros.de médio volume, especial para cidades menores e para trechos menos solicitados.

    Sds Augustin 11 3039 8317

    Curtir

  7. Desculpem o incomodo de inserir um “Comment” sem sinificado para os interessados no Aeromovel:
    Favor Notificar-me os comentários mais recentes via e-mail.
    Idem Notifique-me de novos artigos por e-mail
    Sds

    Curtir

  8. Pensamentos sobre uma das grandes invenções brasileiras.
    Posted by Augustin T.Woelz (not verified)
    Nov 19 2009

    Senhores,
    parece estar longe no tempo, (1993) mas sinto minha visita ao Eng Coester e seu incrível invento como acontecido ainda ontem. Ele, com toda sua atividade empresarial nas redondezas de Porto Alegre, largou seu trabalho, dedicando um dia inteiro à minha pessoa, repassando seus conceitos sobre um transporte público sem igual.

    Eu, em 93 era responsável por uma nova empresa de aquecimento solar no Vale do Paraíba, tendo atuado anteriormente na área de aviação.civil e esportiva.

    E Coester tem sua origem profissional na aviação, tendo atuado por muitos anos em nossa tão lembrada Varig.

    Entendemo-nos imediatamente pois os conceitos aeronáuticos eram comum aos dois. …..

    Eng. Oscar Coester desenvolveu algo que (acredito) nunca foi previamente elaborado no planeta, provavelmente o motivo do atrazo de uma compreensão maior no universo humano atuante em transporte público,

    Ele elaborou conceitualmente um avião sobre trilhos:

    Sim, um equipamento rolante assimilando saudáveis conceitos aeronáuticos que permitiram oferecer um projeto de vagões de baixíssimo peso, característica básica da qual resultaram todas as outras vantagens típicas do Aeromovel.

    1 – Mínimo consumo de energia per capita transportado, muito menos que o de um metrô.. Quem é do ramo de energia pode aquilatar o que um metrô com metade do consumo elétrico per capita representaria para o sistema elétrico nacional.
    2 – Translado sempre aéreo (quase “nas nuvens”), oferecendo bem estar aos passageiros, inclusive aos milhares que não aguentam a movimentação ruidosa em metros subterrâneos, caso típico de minha esposa que jamais usa o metrô paulista por ficar tonta imediatamente)
    3 – Ruido praticamente zero dado ao baixo peso e ausência de motores nos vagões, permitindo sua movimentação em qualquer tipo espaço dentro de uma cidade.. Nem à noite ele incomodania nossos dormentes cidadãos.
    4 – Acionamento por ar levemente presurizado proveniente de ventiladores fixos, tendo como característica novamente seu baixo ruido,
    5 – Baixissimo custo das estruturas elevadas que recebem os trilhos, dado ao baixo peso dos equipamentos rolantes. A considerar também o uso de pilares delgados fazendo as estruturas quase desaparecerem no visual do espaço citadino

    Aplicações:
    Diria que em S. Paulo, todos os meios pré metrô como os mono trilhos, os (ex) Fura filas, união de bairros distintos onde o metrô, com sua carga elevada de passageiros, jamais poderia ser implantado e muitos outros fins, inclusive os acessos aos aeroportos de S. Paulo e outros mais.

    Brasil tem, com esta tecnologia (quase social), uma vez implantada em escala um pouco mais visível, a chance de brilhar, vendendo sua econômica tecnologia a paises menos abastados, necessitados de tecnologias simples de fácil replicação.

    Simplicidade, diria, é sua mais impressionante característica, a simplicidade conceitual, facilmente compreensível e assimilavel mesmo por técnicos não envolvidos diretamente aos meios de transporte em massa sobre trilhos.

    Oscar, parabéns por uma vida dedicada, já a mais de 30 anos, a ao ideal de oferecer um fenomenal presente à nossa humanidade.

    Auustin T. Woelz 11 3039 8317.

    * reply

    Continuação a:
    Outras vantagens típicas do Aeromovel.
    Posted by Augustin T. Woelz (not verified)
    Nov 22 2009

    Faltaram nos 5 itens acima explicando:
    “Outras vantagens típicas do Aeromovel”,
    o sexto e o sétimo item.

    6 – Com a eliminação dos motores elétricos que ficam junto aos eixos dos carros metroviários, motores que são substituidos pelo acionamento eólico dos carros do Aeromóvel, a nova tecnologia se sobresai pela eliminação de complexas, periódicas e custosas manutenções eletro mecanicas nos sistemas que permitem a aceleração dos carros metroviários tradicionais..

    7 – Com a enorme redução de peso do Aeromovel, somado à ausência de torque nas rodas (a não ser em momentos de freiadas eventualmente necessárias já que o Aeromóvel também é feiado de forma eólica), o Aeromovel não precisa de rodas de ferro com o tamanho e peso das usadas em veículos metroviários, reduzindo assim a inércia presente na aceleração dos carros, baixando ainda mais a energia necessária a aceleração do Àeromóvel.

    Da mesma forma, os trilhos também podem ser oferecidos com pesos e formatos diferenciados, baixando o custo do sistema.

    PS: Todas estas informações recebí pessoalmente do Eng. Coester, que tão gentilmente me atendeu em 1993 em Porto Alegre.

    * reply

    Curtir

  9. Acho um desatre para a tecnologia nacional que aquí em S. Paulo estão escolhendo sistemas de monotrilho acredito japonês, ao invéz de envolver-se em algo que temos de melhor, que é o aeromovel, um dos sistemas de transporte público mais aperfeiçoados que temos nesta terra, sem falar do seu baixo preço.

    Seguem abaixo observações que apresentei em um site de outra proveniência.

    Cordialmente Aiugustin T. Woelz

    Curtir

  10. Acho que o aeromóvel faz bem esse papel de linhas curtas “abastecedoras” de um sistema de trens e/ou metrôs e seria legal se fosse usado em várias partes da grande Porto Alegre.

    Curtir

  11. Boa idéia Norton.
    Acho que depois deste primeiro trecho, outros virão.
    Mas é bom uma pressão dos alunos para que saia.

    Curtir

  12. Um lugar onde poderiam colocar esse aeromóvel é na estação Unisinos. A estação Unisinos é longe da Universidade. Hoje o transporte é feito de ônibus. Facilitaria bastante lá.

    Curtir

  13. Sinceramente, o último lugar que eu acharia possível um aeromovel seria em Porto Alegre, onde qualquer obra visionária é logo enibida. Surpreendente.. será o primeiro aeroporto da América Latina a utilizar do serviço de Aeromovel.

    Curtir

  14. Será que vai ser uma onda de boas notícias nos próximos meses??
    Tomara!

    Curtir

  15. Muito bom!

    Esse aeromóvel no aeroporto vai dar um “upgrade” naquela região de Porto Alegre.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: