Aeromóvel no Aeroporto em avaliação

Aeromóvel reestilizado

Aeromóvel

O trecho que ligará o metrô ao aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre através do aeromóvel tem 854 metros e deverá ser percorrido em 70 segundos. Com orçamento de R$ 29.884 milhões, a linha contará com dois carros, um para 150 e outro para 300 passageiros, usados conforme a demanda. Serão duas estações, uma na área paga da Estação Aeroporto e outra próximo à passarela do edifício garagem do aeroporto. A vantagem do sistema é que o usuário não pagará mais para usar o aeromóvel, que já estará incluído na passagem do metrô. O consumo de energia necessário para as operações também será reduzido, cerca de 0,032 quilowatts por hora por passageiro transportado. Além disso, o sistema será totalmente automático, sem necessidade de condutor. Para atender às necessidades dos usuários, o la! yout dos carros será feito para atender às normas de acessibilidade universal, facilitando o acesso a cadeirantes, idosos e portadores de deficiência visual. Espaços para malas e bagagens também estão sendo previstos.

Implantação do aeromóvel  

Direção da Trensurb está avaliando com o Ministério das Cidades a melhor forma de viabilizar os recursos para a implantação do aeromóvel, ligando o metrô ao aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre, depois de aprovado o Estudo de Viabilidade Urbana. Segundo o superintendente de Desenvolvimento e Expansão, Humberto Kasper, a aprovação do EVU significa que os elementos e estudos para a execução do projeto estão dentro do que é exigido pela Prefeitura de Porto Alegre. O projeto seguirá agora para o Conselho do Plano Diretor, e então poderá ser homologado pelo prefeito de Porto Alegre. Antes de iniciar a obra, o aeromóvel ainda precisará de licença de instalação da Infraero e do 5º Comando Aéreo Regional (Comar), relativa ao cone de aproximação do aeroporto. Para dar início à execução das obras, a Trensurb está definindo a fonte de recurso que financiará o aeromóvel. “Este é um projeto prioritário para a Copa do Mundo e está indicado pelo ministro das Cidades como um dos projetos para integrar o pacote do PAC da Mobilidade do Governo Federal”, salienta Kasper.



Categorias:Aeromóvel

Tags:

1 resposta

  1. Já não basta aquele monstro horrendo no Gasômetro, onde foram despejados milhões de reais a fundo perdido, para criar aquela inutilidade. Agora falam em novamente gastar em um protótipo ao invés de usar tecnologia já comprovada.
    Esse aeromóvel só serve para enganar o povo, e em mais de 30 anos, não emplacou em lugar nenhum no mundo.
    Vamos parar de ser iludidos com ilustrações coloridas e adulações e investir onde é certo que teremos retorno.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: