O adeus da Vila Dique

Famílias serão transferidas para um loteamento construído na Zona Norte

A partir de amanhã, uma nova etapa na história de mais de três décadas da Vila Dique, na Capital, começará a ser contada. É quando as primeiras 48 famílias do local serão transferidas para um loteamento construído na Zona Norte.

Vila irregular sairá para ampliação do aeroporto. Foto:  Andréa Graiz

Vila irregular sairá para ampliação do aeroporto. Foto: Andréa Graiz

De atuais vizinhas do Aeroporto Salgado Filho, passarão a dividir a cerca com o Sambódromo. Serão as primeiras a habitar a nova área – ao ser finalizada, em 2010, esta terá sido a maior remoção já realizada em Porto Alegre.

A transferência faz parte do projeto de expansão do aeroporto. A proximidade dos moradores com a pista de pouso e decolagem é tamanha, que existe na Dique até um beco com nome de uma das empresas aéreas – o Beco da Varig.

Criada por retirantes do Interior, no início dos anos 70, a vila, considerada irregular pela prefeitura, se expandiu ao longo da via de mesmo nome, no Bairro São João. Para marcar o momento pelo qual passarão as mais de 1,4 mil famílias que vivem no local, o Diário Gaúcho mostra, hoje, histórias de moradores que têm as raízes mescladas às terras vermelhas da Dique.

Leia mais no Portal do Diário Gaúcho
http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/diario-gaucho/19,0,2684198,O-adeus-da-Vila-Dique.html



Categorias:aeroportos brasileiros, Economia da cidade

Tags:, ,

6 respostas

  1. e outra coisa aqui ninguem ganhou nada de graça todo mundo vai pagar ….

    Curtir

  2. marcelo vc antes de falar algo das pessoas deve pensar 10 vez pois tem pessoas dignas e trabalhoras na dique gente que gosta de trabalhar .todos aqui merecem respeito nao pelo que sao pessoas pobres mas pessoas de valor que merecem respeito…e ponto pra vc que nao deve nem se interessar em saber das coisas antes de falar….

    Curtir

  3. Bom dia, tudo bem?

    Como morador da Vila Dique, estou achando ótimo a mudança para um lugar digno. Gostaria de deixar um recado em especial para o leitor Marcelo que deixou seu recado questionando o porquê das pessoas estarem reclamando do tamanho das casas. Ora, todas as pessoas tem direito de lutarem por algo melhor e se ele soubesse a fundo como é a história de cada morador ou tivesse o mínimo de empatia, respeitaria o direito das pessoas. Acredito que ele nunca tenha passado necessidade a ponto de conhecer e morar em um BARRACO como ele fala, que por sinal aquelas pessoas pagaram pelos BARRACOS. Peço que cada um tenha um pouco mais de respeito uns com os outros e que se não for para ajudar, não escreva besteiras.

    Obrigado e agradeço aqueles que estão apoiando a remoção das famílias.

    Curtir

  4. como faço para saber se meu pai esta entre essas 48 familias que sairam hoje do dique.

    Curtir

  5. ALELUIA!!!
    Mas e lá eles tem que opinar no tamanho da casa?? Tão ganhando de graça…. ou melhor, é os impostos que saem do nosso bolso que tão pagando. Palhaçada, recebem oportunidade de sair daqueles barracos e ainda reclamam….

    Curtir

  6. Boas notícias para a cidade. o aeroporto poderá crescer, e a cidade como um todo vai ganhar comisso, com mais moturismo, mas movimento, mas comérciom mais negócios, mais empregos, mas renda, mais impostos… isso se chama círculo virtuoso, que beneficia a todos.
    E boas notícias para os moradores TAMBÉM, porque mesmo que a casa não seja grande como sonham, a casa sera SUA, o terrno sera SEU, a casa será salubre, digna, de material, com endereço, terão conta de luz, não haverá riscos de incêncios por causa dos gatos e não haverá problema de pararelhos queimados a toda hora, e sem terem direito a indenização, não haverã valão, esgoto, enchente em dia de chuva, e, repito, os moradores serão DONOS de suas casas. As coisas na vida nem sempre são tudo como gostaríamos, mas o tempo vai mostrar que essa casas novas vão dar um outro grau de dignidade a seus moradores.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: