Por que Porto Alegre é desleixada com o visual ?

Essa semana houve a polêmica sobre as obras de arte das ruas da cidade. A discussão gerou até debates nas rádios e televisão.

Em todos os debates, houve duas unanimidades: 1) quanto  às obras de arte, é tão somente uma questão de gosto, e a capital não está mal nesse quesito;  2) a cidade realmente tem um desleixo muito grande com seu visual, e não é de hoje.

Qual é o motivo do desleixo com a estética na cidade de Porto Alegre?  Não se trata só da orla abandonada, mas também de mobiliários urbanos como corredores de ônibus que já são construidos horrorosos e estragam o visual as avenidas onde estão. E há vários outros exemplos de  mediocridade total com a aparência e arquitetura da cidade.

Porque Porto Alegre é assim?  Porque não é turística?  Não é um argumento aceitável, pois no país temos outras capitais não turísticas que dão um banho em Proto Alegre.

E porque Porto Alegre não é turística, se tem paisagens para isso?

Nos debates da semana, citaram casos de cidades como Belo Horizonte, Curitiba, Goiânia, São Paulo, Rio de Janeio, Belém e Novo Hamburgo. Todas têm ousado e evoluido sua arquitetura, assim como têm cuidado muito da apresentação de ruas e avenidas e usando equipamentos urbanos bonitos.

São cidades bem diferentes, e algumas delas não tem praias, e algumas também não são cidades turísticas.  Até Novo Hamburgo está sendo a cidade com visual mais ousado e pujante da RM, e não a capital, morta.

Essa matéria não é para malhar, atacar ou criticar Porto Alegre: é somente para propôr um debate para tentarmos descobrir porque Porto Alegre  e a sua cultura são tão desleixados com a cidade.



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , , , , , ,

6 respostas

  1. Os urbanistas portoalegrenses, se existem, devem concluir o curso e se mudarem para Curitiba!
    Não é de hoje que reclamo desse descaso com o visual da cidade.
    Os corredores de ônibus, MEU DEUS, alhuém me explica pq é esse samba do crioulo doido onde cada coisa é feita de maneira diferente – e o pior: um mais feio que o outro!
    A Rua da Praia abandonada, as calçadas pela cidade destruidas, a orla nem se fala…
    temo pelo futuro de Porto Alegre… 😦

    Curtir

  2. O Gerdau fez isso, porque na terra do “forum social mundial” e dos radicais mais radicais do mundo é impensável demonstrar riqueza, sucesso, progresso e beleza.

    Curtir

  3. Mas se a cidade fosse como a Carlos Gomes, eu ainda estaria satisfeito, porque no resto, grandes avenidas são feias mesmo, a Ipiranga é um disperdício, a Portásio alves é um c* de tão horrorosa, as paradas de ônibus da cidade, desde a sua comcepção, são medícres e feias; e a orla abandonada e proibida dispensa comentários.
    O SÍMBOLO DO TRATAMENTO VISUAL DA CIDADE É O BAR FLUTUANTE DO GASÔMETRO, que é um ponto turistico.

    Curtir

  4. Mais: o limite de altura na Capital do É Proibido é 17 andares, mas constroem uns anões nanicos em plena Carlos Gomes !!!!!

    A Carlos Gomes é bonita sim, mas em vários momentos a avenida é constrangedora, porque fica explícito o quão pequenos são seus predios, num local que tem tudo pra ser mais, e nada proibindo ser tão tímida.

    Curtir

  5. É verdade. Até o bilionário Gerdau, em vez de fazer um belíssimo prédio em Porto Alegre, se contentou em ter aquele lixo na Farrapos.
    Se fosse em Curitiba, BH, Salvador, São Paulo, já teria feito um imponente prédio de vidro.

    Curtir

Trackbacks

  1. Porto Alegre é assim « Blog Porto Imagem
%d blogueiros gostam disto: