Governo federal decide em dezembro sobre metrô de Porto Alegre

Porto Alegre precisará de investimentos federais de ao menos R$ 1 bilhão em infraestrutura para a Copa de 2014, afirmou hoje o vice-prefeito e gestor do Mundial na cidade, José Fortunati. O valor, não entanto, não inclui a primeira fase das obras do metrô, orçadas em R$ 2,5 bilhões, e cuja aprovação enfrenta resistência no Ministério das Cidades. O prazo para definir se o metrô sairá ou não do papel é dezembro, aponta Fortunati.

Segundo o vice-prefeito, o metrô, que vem sendo chamado de Linha da Copa, é uma obra “importante”, mas não “essencial” para a circulação dos turistas durante o Mundial. A primeira fase teria 15 Km e uma estação próxima ao Estádio Beira-Rio, que receberá os jogos da competição. Segundo a direção da Trensurb, empresa federal que opera as linhas de trens urbanos da Grande Porto Alegre, a exigência para a viabilidade do projeto é assegurar uma demanda de 290 mil passageiros por dia, tornando o negócio atrativo para a realização de uma Parceria Público-Privada (PPP).

Apesar da indefinição sobre o metrô, o Ministério das Cidades garantiu R$ 400 milhões para a remodelação do sistema de circulação de ônibus da capital gaúcha. O projeto, chamado de Portais da Cidade, prevê a construção de terminais, a urbanização e a implantação da avenida Tronco, na região da Vila Cruzeiro, a implantação de viadutos e elevados na Terceira Perimetral, além da duplicação da avenida Beira-Rio.

Fortunati também apontou o anúncio da abertura de uma linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para os estádios privados da Copa como decisivo para viabilizar a reforma do Beira-Rio.

Fonte: http://www.copa1014.org.br



Categorias:COPA 2014, Meios de Transporte / Trânsito, Metro Linha 2, Outros assuntos

6 respostas

  1. Concordo com o pessoal acima. Não sei se é o mesmo que penso, mas lá em 1998 no governo do Brito falava-se que o traçado seria do SESI até a Azenha passando pelo centro. Muito mais gente seria beneficiada.

    Curtir

  2. Concordo com esse traçado preferencial do Guilherme para o metrô de Porto Alegre, ainda mais passando sob a Farrapos e aterrando a linha do Trensurb naquela região.

    Curtir

  3. Concordo Felipe. Muito ruim. O projeto deveria ligar a FIERGS ou Terminal Triângulo até o Mercado Público e dali até o Beira Rio e ponto final. o resto q fique pra daqui 30 anos, e nao o contrário como está sendo proposto.

    Curtir

  4. > exigência para a viabilidade do projeto é assegurar uma demanda de 290 mil
    > passageiros por dia, tornando o negócio atrativo para a realização de uma
    > Parceria Público-Privada (PPP).

    Me parece então que o grande problema é o traçado proposto, que não tem a demanda especificada para PPP.

    Ou seja, como eu disse antes, o projeto apresentado é RUIM.

    Curtir

  5. E ficariam prontos os 15 km até a copa???????????

    sei não….

    Curtir

  6. Aqui sim a população da cidade precisa fazer pressão, é uma pena que a galera do pontal não se importa com o metrô.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: