Sem obras, capacidade de aeroportos do país chega ao limite

 

Aeroporto Internacional Salgado Filho

Com recordes de movimento de passageiros, os principais aeroportos do país recusam voos e barram crescimento de aviação comercial, informa reportagem de José Ernesto Credendio publicada hoje na Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

 

Para as agências de viagens e companhias aéreas, existe o risco de um novo apagão no setor, agora por falta de infraestrutura.
Os dados da Infraero (estatal federal responsável pelos aeroportos) apontam que o número de passageiros transportados em outubro foi 33% superior ao do mesmo mês de 2007.
As obras que a Infraero vem planejando há anos para desafogar e dar mais segurança aos aeroportos não saem do papel. A Infraero tem plano de obras apenas para a Copa de 2014.

 

RICARDO WESTIN
da Folha de S.Paulo, 29/11/2009

 

 

 



Categorias:Aviação

Tags:

1 resposta

  1. O governo federal não tem dinheiro para investir no setor e não quer privatizá-lo para não perder o mote do discurso contra as privatizações na campanha eleitoral de 2010.

    E a população que precisa desses serviços que se dane.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: