A metronização dos ônibus

A Asociação dos Transportadores de Passageiros (ATP) de Porto Alegre não só aprova o projeto dos portais da cidade, como entende que é esta a tendência moderna diante do crescente custo de implantação do metrô.

O presidente Ênio dos Reis cunhou até uma nova expressão para isso, que é a “metronização dos ônibus”, ou seja, organizar as linhas de ônibus dentro da concepção do metrô. Ele esteve há pouco em Londres e pôde constatar isso. A cidade movimenta por dia 9 milhões de passageiros, dos quais 6 milhões de ônibus no sistema BRT (Bus Rapid Transit) e 3 milhões de metrô. E os londrinos estão se transferindo do metrô para os ônibus.

Mas o presidente da ATP lembra que a condição indispensável para dar rapidez aos ônibus no novo sistema dos portais é a onda verde das sinaleiras.

Aliás, a rapidez é uma das razões porque os londrinos buscam agora o ônibus para se deslocar. É que eles levam meia hora só para subir e descer as escadarias do metrô.

Affonso Ritter



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:, ,

8 respostas

  1. Vendo esse blog e a quantidade de pessoas interessadas no assunto e que querem, de alguma forma, contribuir com os projetos para Porto Alegre, como os Portais da Cidade, me pergunto porque a prefeitura não desenvolve um meio de ouvir as pessoas e suas ideias quanto aos projetos.
    Porto Alegre se orgulha tanto de ser um ‘exemplo em democracia’ com o orçamento participativo e referendos (ok, n vamos aki entrar no detalhe se funcionam ou n) poderia muito bem montar um site e receber opiniões da população e de técnicos no assunto.
    Isso aconteceu com o Metrô de Curitiba. Pelo site oficial do projeto a prefeitura recebeu inúmeras ideias para melhorar o metrô.
    Por aqui esses projetos são sempre tratados como secredo de justiça. Montaram um site para os Postais da Cidade mas nunca é atualizado. Sabemos que o projeto já passou por mudanças, como a retirada do túnel na Borges, mas nada é mostrado. Somente depois que a obra está concluída a população fica sabendo e aí não adianta mais nada. Os erros que para nós são gritantes, para alguns projetistas passaram alheios.
    Isso sim seria uma forma democrática de projetar a cidade. Em pleno século XXI a Internet está aí esperando que a usem.

    Curtir

  2. E é claro que esses onibus do “remendão” Portal da Cidade deveriam ser elétricos, trolleybus!! Além de não poluirem, são silencisos, o que iria contribuir muito para a revitalização das áreas por onde ele passar.
    Isso é o mínimo à ser feito!!!
    Pois na real a ligação entre esses “Portais” deveria ser feita com os bondes modernos, os “VLT”, que são usados em toda cidade que se preza.

    Curtir

  3. Mas que p**a que pariu esse cara da ATP?

    Quem conhece Londres realmente, sabe que isso não é verdade.
    Os ônibus em Londres não andam, e mesmo quando andam, muitas vezes ficanm presos em congestionamentos como os do corredor da Av. Assis Brasil em POA, ou seja, não andam.
    Dizer que Londes – que praticamernte inventou o metrô – agora prefere o velho e poluente onibus, é uma heresia.

    Curtir

  4. O sistema de ônibus em Porto Alegre é retrógrado e ultrapassado tecnicamente. E não por falta de dinheiro, por falta de competência pública! E o povo vai atrás como uma manada atrás do líder incompetente. Mas a incompetencia aparece um dia!
    Transporte é assunto técnico, não de opinião.

    Curtir

  5. Quem tá falando isso por acaso não é alguém que lucraria mais com ônibus? o.O

    Curtir

  6. Por que esses ônibus do sistema BRT não são elétricos (trolebus) pelo menos, já que correm em canaletas que poderiam ser facilmente eletrificáveis?

    Curtir

  7. BRTs = corredores de ônibus = mais do mesmo.

    Curtir

  8. Pelo amor de Deus!!! O BRT está sendo usado a mais de 10 anos em Bogotá e a mais de 10 anos em Curitiba. Dos que conheço tem em Los Angeles também. Não estamos inovando tanto assim!! Estamos apenas pensando e melhorando nossa cidade.
    Como alguém pode ser contra investir no transporte público atualmente???
    Somente quando o foco não é o transporte público!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: