Infraestrutura material gaúcha perde para PR, DF, ES e até Bahia

A situação do Rio Grande do Sul no ranking dos Estados com melhor infraestrutura material é vergonhosa para os gaúchos.

Eis a lista, por ordem de colocação, segundo pesquisa que a Fundação Dom Cabral elaborou a partir de indicadores dos setores de energia, transporte e telecomunicações, com a pontuação de cada um:

1º – São Paulo, 520
2º – Minas, 331
3º – Rio, 326
4º – Paraná, 223
5º – Espírito Santo, 196
6º – Distrito Federal, 179
7º – Bahia, 177
8º – Rio Grande do Sul, 117
9º – Rio Grande do Norte, 112.

A ordem dos três primeiros,  obedece a participação de cada Estado na formação do PIB, mas o RS, que é o quarto no ranking, neste caso vai para o oitavo lugar. Assombrosamente, coloca-se atrás até do Espírito Santo e do Distrito Federal. Por pouco não perde para o Rio Grande do Norte.

Há 30 anos o setor público estadual não consegue liberar recursos para investir em infraestrutura. Apenas agora, no governo Yeda, com o déficit zero, sobrou algum dinheiro para isto, mas é tudo muito insuficiente. Como também o governo federal investe quase nada no Estado, restaria o setor privado, mas segmentos ressentidos, atrasados e política e ideologicamente perversos,  hostilizam esta opção.

O caso da expulsão da Ford por parte do governo estadual do PT, é o emblema desses setores xiitas fundamentalistas guascas – e da perda de posição relativa da economia gaúcha no espaço da economia do País.

* A pesquisa da Fundação Dom Cabral encontra-se na íntegra no Anuário Exame 2009-20910 de Exame que circula nesta segunda-feira.

Políbio Braga



Categorias:Economia Estadual, Infraestrutura

Tags:,

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: