Prédio histórico corre risco de desabar no Centro da Capital

Smov isolou a área na esquina das ruas Riachuelo e Marechal Floriano 
 

Foto: Alexandre Mendez

Um prédio de 1917, tombado pelo Patrimônio Histórico, segundo a Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov), corre risco de desabar no Centro de Porto Alegre. A secretaria constatou risco iminente de queda da estrutura de oito metros, localizada na esquina das ruas Riachuelo e Marechal Floriano, números 308/310.

De acordo com a Smov, o local está desabitado e uma empresa já foi contratada emergencialmente para recuperar a fachada, segundo o diretor de divisão de controle da secretaria, Paulo André Machado. As obras, que serão cobradas judicialmente do proprietário, deverão ser iniciadas até o final de semana. “A responsabilidade pela manutenção do local é do proprietário”, disse. “Ele já foi notificado e autuado diversas vezes.”

Ainda de acordo com Machado, a edificação tem problemas na fachada e um incêndio, ocorrido anteriormente, também pode ter abalado a estrutura. A possível sua queda poderia causar danos em toda a extensão da rua. Mas não existe risco para os prédios que ficam ao lado, conforme o diretor.

As ruas foram bloqueadas preventivamente em função do risco. Desvios estão sendo feitos pela Salgado Filho, segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).  Agentes da empresa orientam os motoristas.

Ainda não há previsão para a liberação da área.
 

Correio do Povo



Categorias:Patrimônio Histórico, Revitalização do centro

Tags:, , ,

%d blogueiros gostam disto: