Ampliação da pista do Salgado Filho mudará o trânsito

Obra implica no fim da Avenida Dique, atalho usado por moradores para chegar ao aeroporto

Com a extensão da pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho, motoristas da Zona Norte perderão um atalho para as cidades localizadas ao longo da rodovia Porto Alegre-Novo Hamburgo (BR-116). A ampliação resultará no fim da Avenida Dique, utilizada como alternativa aos congestionamentos da Sertório.

Ao passar de 2,28 mil metros para 3,2 mil metros, a pista permitirá pousos e decolagens de aviões maiores. Como aeronaves mais pesadas necessitam de pistas mais longas, aviões de grande porte como o Boeing 747 só podem partir do Salgado Filho com cerca de 70% de sua capacidade de carga, incluindo combustível.

Os 920 metros adicionais de pista, cujo custo é estimado em R$ 130 milhões com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), tornarão o espaço hoje ocupado pela Avenida Dique – onde casas estão sendo removidas desde outubro – e da Vila Nazareth.

– A via deixará de existir, mas há planos da prefeitura de prolongar a Severo Dullius, mantendo a ligação com a Zona Norte – afirma o superintendente da Infraero no Salgado Filho, Jorge Herdina.

Na Secretaria do Planejamento Municipal (SPM), a Avenida Dique nunca existiu oficialmente. Como o nome indica, a via nasceu sobre o dique construído para evitar problemas com os transbordamentos do Arroio Areia, que passa ao lado. Com o passar do tempo, casebres começaram a surgir nos lados do dique, que foi asfaltado e virou avenida irregular.

– Nossa preocupação é que alternativa os moradores terão do período em que a Avenida Dique for fechada até o prolongamento da outra via. Hoje, o fluxo da Sertório é muito grande, um problema sério – comenta o presidente da Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Lindoia, Daniel Kieling.

E o fim da Avenida Dique está próximo. No segundo semestre, o Departamento Municipal de Habitação (Demhab) deve concluir a transferência das 1.476 casas da Vila Dique. Até o momento, 84 famílias já foram transferidas para um loteamento próximo ao Porto Seco, conforme o diretor-geral do departamento, Humberto Goulart. A partir daí, a Infraero pretende dar início à ampliação para finalizá-la antes da Copa do Mundo de 2014. Também nas proximidades do aeropoto, as 1,3 mil casas da Vila Nazareth também devem começar a ser transferidas no segundo semestre deste ano.

ZH Lindóia



Categorias:aeroportos brasileiros, COPA 2014, Meios de Transporte / Trânsito

Tags:, , , , ,

2 respostas

  1. Para quem vem do Vale do Rio dos Sinos e Canoas, e quer acessar o bairro Passo D’Areia – Triângulo, Lindóia, Iguatemi e Volta do Guerino – existe a Free Way, que larga no fim da Assis Brasil, ou a já esgotada Ceará e Sertório, no seu setor mas saturado, num percurso de mais ou menos 3,5 km. A Dique é a única opção, e como as obras de remoção da Vila Dique, por onde passará a pista do Salgado Filho já foi praticamente feita, surge a dúvida: Quando comecará a obra que vai ligar a Severo Dullius com a Dona Alzira? Inclusive, como sou um usuário mais ou menos frequente da Dique, e vendo os muros que foram erquidos onde haviam as casas, me perguntei o que aconteceria com esse trecho da Dique. Vim buscar informações e dei de cara com esse blog. Muito bom.

    Curtir

  2. Desde quando a Avenida DIque tem trânsito até a BR? Aquilo foi tomado pela favela!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: