Shopping é a praia portoalegrense – II

Veja  a matéria do primeiro post em  https://portoimagem.wordpress.com/2010/02/07/shopping-e-a-praia-portoalegrense-tormou-se-nossa-orla-permitida/  ,  onde são mostradas várias imagens da beleza exuberante da orla, e que os portoalegrenses desprezam.

Agora, veja algumas imagens onde são as praias de balneabilidade oficiais e liberadas:

 

Autoria das fotos: Minuano

Dá coragem de frequentar um lugar assim?

Belezas temos. Até praias com água limpa temos – e não há a desculpa de que são longe, pois várias capitais brasileiras também têm praias mais afastadas, mas são prestigiadíssimas.

Mas aqui as coisas já foram muito diferentes. Até os anos 70, a cultura portoalegrense valorizava o lado balneário de nossa orla. Pessoas abastatas também a frequentavam. Tomavam banho de sol, se refrescavam na água. Era point.

E muito mais: nossa orla tinha grandes empreendimentos de lazer. Haviam hotéis em Belém Novo. Haviam quiosques, barracas e vestiários em Pedra Redonda e Ipanema.  Veja abaixo uma matéria que vai mostrar como andamos para trás.

RicardoH

“Por ser, na época, a melhor praia do Guaíba, a Pedra Redonda atraía muitos turistas, o que levou à construção das famosas vivendas para veraneio

Com direito a hotel, restaurante e cassino, a praia se desenvolveu, tornando-se o point mais concorrido da cidade. Um trapiche foi construído em frente ao hotel de propriedade de Lotário Papis, um fabricante de roupas e gravatas e com o trem, uma linha de vapor também fazia a viagem até a Pedra Redonda, nos domingos e feriados.

Conforme o historiados Roberto Pellin, “… a novidade da época era fazer um lindo passeio fluvial pelos vapores Guaporé ou Bubi e atracar no trapiche da Pedra Redonda”.

A região se tornou zona de veraneio muito antes de Ipanema. Tempos mais tarde, continuou sendo o local preferido para descanso e lazer, pois eram as praias da Tristeza, de Ipanema e da Pedra Redonda, as preferidas pela população. Muitos porto-alegrenses para lá se dirigiam a fim de curtir os banhos no Guaíba e fazer piqueniques às sombras de figueiras centenárias.

Os jovens, especialmente, apreciavam namorar, passear e colher pitangas, entre um banho e outro. Com o calor escaldante de janeiro e fevereiro, os porto-alegrenses podiam se refrescar nas águas do Guaíba e usufruir a brisa agradável vinda da Lagoa dos Patos”

Foto acima: orla de Porto Alegre nos anos 60

Blog ZH Zona Sul

___________________________________________

( ponto turístico  portoalegrense )



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , , , , ,

%d blogueiros gostam disto: