OBRA EMPERRADA: Duplicação da Diário de Notícias parou

Dificuldades em desapropriações na área são apontadas como causas de novo atraso da obra

A sequência da duplicação da Avenida Diário de Notícias, na zona sul da Capital, sofreu um novo atraso. A obra entre as avenidas Guaíba e Wenceslau Escobar ficou emperrada por desacordos em negociações e ainda não há previsão de sair do papel.

No final do ano passado, a prefeitura havia anunciado a largada dos trabalhos para janeiro, quando já teriam passado as festas e o movimento seria menor devido ao veraneio. Entretanto, dificuldades para resolver desapropriações na área e um período de chuva constante contribuíram para mais atrasos – a obra é aguardada pela comunidade desde novembro de 2008.

A parte da via próxima à Wenceslau Escobar continua esperando a ampliação e a construção de uma rótula junto à Avenida Icaraí, que emperrou devido a uma floricultura, que precisa deixar o local. No início de fevereiro, a prefeitura informou que o estabelecimento seria colocado temporariamente em um terreno na Rua Coronel Claudino, próximo ao local. Mas as famílias que teriam casas populares construídas nessa área, dentro do Programa Integrado Socioambiental, protestaram, temendo perder o terreno definitivamente.

SPM espera que decisão saía em duas semanas

De acordo com a Secretaria do Planejamento Municipal (SPM), a situação ainda está indefinida, e a expectativa é de que uma decisão seja tomada nas próximas duas semanas. Após o início dos trabalhos, a obra de duplicação da Diário deverá ser concluída em 90 dias.

Um dos principais problemas da região é o engarrafamento formado ao fim do trecho já duplicado da avenida, no sentido Centro-bairro, que se tornou recorrente com o aumento de circulação de veículos desde a chegada do BarraShoppingSul.

A primeira etapa do projeto será a conclusão da pista nova no local. Depois disso, os carros que hoje utilizam a via existente poderão circular pelo novo trajeto, enquanto o lado em uso será alargado. Isso deverá fazer com que as obras interfiram menos no trânsito, segundo a Secretaria do Planejamento.

Mais informações
– A ciclovia, inaugurada em novembro de 2008 na Diário de Notícias, de 1,5 quilômetro, também aguarda para ser estendida em função da amplicação da via
– Um espaço de mais 500 metros para os ciclistas deverá ser executado em direção à Wenceslau Escobar

 

ZH



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:, , ,

1 resposta

  1. Claro que tem de ser respeitados o direito de posse, assim os tramites legais onde há direito ao Estado despropriar.
    Porém essa lerdeza assusta: qualquer um é mais forte do que o Estado? O Estado é incapaz e impotente diante de qualquer processo de uma pessoa contra ele? Estamos perdidos: o Estado não existe mais.
    (Estado que eu falo é no sentido de govferno, podendo ser municipal, estadual ou federal).

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: