Cais Mauá já começou a beneficiar Centro e atrair investimentos

Fim do skyline decadente do cais do porto

 A decadente e deserta avenida Mauá e seus prédios igualmente feios e decadentes – e sem valor histórico  nenhum –  começam a mudar, ganhando um novo prédio depois de décadas, de um hotel de 17 andares

No lugar dos tapumes, o Cais Mauá, no Centro Histórico, pode ganhar um hotel nos próximos anos. Após a demolição de um antigo prédio no local, finalizada no início deste ano, os planos para o terreno que fica na esquina das avenidas Júlio de Castilhos e Mauá com a Rua Cel. Vicente dependem de o projeto transcorrer pela Secretaria do Planejamento Municipal para que seja erguido o empreendimento.

Local do novo prédio

De acordo com a assessoria de comunicação da secretaria, o projeto aguarda análise do Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU) na Comissão de Análise Urbanística e Gerenciamento (Cauge). A reunião da comissão que tratará do projeto está marcada para maio. Se o projeto for aprovado, o hotel terá 17 andares (três para estacionamento), com 7,5 mil metros quadrados de área e cerca de 330 apartamentos.

O projeto é um dos primeiros apresentados de uma série de investimentos na área central da cidade para a Copa de 2014.

Zero Hora

________________________________________________

Outra ótima notícia é a revitalização e valorização da Praça da Alfândega, bem na entrada do Cais Mauá.

RicardoH



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , , , , , , ,

6 respostas

  1. A Mauá, hoje, parece um mausoléu. Uma seqüência de monumentos incompreensíveis a um passado esquecido. Espero que o Porto e esse hotel, entre outras iniciativas, revitalizem esta importante avenida.

    Curtir

  2. A alguns dias eu sai da rodoviaria e estava caminhando em direção ao mercado quando vi estes tapumes, fiquei feliz em ver que iriam finalmente contruir alguma coisa nova no centro, principalmente na Mauá, e estou mais feliz agora por saber que é um hotel, que deve ser minimamente elegante e diferenciado, e isso ja ajuda e muito aquela região.

    Curtir

  3. O número de andares não tem necessariamente relação direta com a altura do prédio. Trabalhando com um “pé direito” alto, um edifício de 17 andares pode ficar muito mais imponente. Acho que a questão dos edifícios do centro não deve se basear tanto na altura, mas sim na qualidade dos projetos. Que se criem propostas com um design qualificado e que componham de forma harmoniosa o skyline do nosso cais.

    Curtir

  4. Ficará então na frente do Cosmopolitan Center? Lamentável serem apenas 17 andares num local onde um prédio mais alto ficaria bem mais impactante, mas…de qualquer forma, uma ótima notícia.

    Curtir

  5. Finalmente uma luz no fim do túnel, ainda bem que n são os ecoabobados vindo com toxas querendo barrar o empreendimento… Acho realmente que Poa está entrando em uma nova fase depois de décadas…

    Curtir

  6. Há uma única exceção de prédio novo na Mauá nas últimas décadas: é um bem nessa esquina do futuro hotel. O resto dos predios, cortiços e depósitos, são todos de DÉCADAS atrás mesmo.

    RicardoH

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: