Papeleiras voltam a investir no estado (StoraEnso, CMPC e Fíbria)… e outros assuntos

Indústria de celulose retoma mega-investimentos de US$ 150 bi

Ao visitar a Fiergs e a governadora Yeda Crusius nesta terça-feira, a presidente da Associação Brasileira de Celulose e Papel, Elizabeth de Carvalhaes, avisou curto e grosso:

– As indústrias começam a retomar os investimentos. Serão Us$ 150 bi em cinco anos.

Isto vale também para o RS, onde a Celulose Riograndense acaba de informar que retomou o projeto de expansão deixado pela Aracruz.

Stora Enso (Metade Sul) e Fíbria (Granja 4 Irmãos, Rio Grande), farão o mesmo.

Todas elas já começaram a reinvestir na compra de terras e no florestamento.

Masisa inaugurou fábrica em Montenegro

A Masisa, chilena como a Celulose Riograndense (ex-Aracruz, Guaíba) inaugurou sua fábrica de Montenegro, RS, nesta terça-feira. 

Nova usina eólica começa construção em Tramandaí

Será nesta quarta, 11h, em Tramandaí, o lançamento da pedra fundamental da  segunda mega-usina de geração de energia eólica do RS, que levou o grupo português EDP a investir R$ 250 milhões para implantar no local 32 aerogeradores e produzir 70 MW (a usina atual, de Osório, da espanhola Ventos Sul, produz 150 MW).

As obras na área já começaram.

Até o final deste ano, a EDP terá que começar a gerar energia em Tramandaí, já que é isto que prevê o contrato de fornecimento fechado com a Eletrobrás.

Os aerogeradores, cada um com três pás, 70 metros de altura, sairão da fábrica da multinacional Wobben, localizada em São Paulo, que assinou contrato turn key (a modalidade apenas exige que o comprador vire a chave para tudo começar a funcionar).

Zaffari fala tudo sobre seu novo Bourbon, o Bourbon Wallig

Nesta quinta, 11h, o grupo Zaffari vai apresentar a primeira fase do seu novo shopping,  Bourbon Wallig, Porto Alegre. 

Políbio Braga



Categorias:Economia da cidade, Economia Estadual

Tags:, , , , , ,

%d blogueiros gostam disto: