CIDADE DE GUAÍBA EM ALERTA: Funai quer área da Ford ! Inacreditável !

Funai encomenda estudo para transformar terreno em reserva indígena

Um estudo encomendado pela Fundação Nacional do Índio (Funai) no terreno da Ford, em Guaíba, repercute no meio político e preocupa autoridades locais, que temem uma eventual transformação da área em reserva indígena. Em cerimônia no dia 29 de março, a governadora Yeda Crusius anunciou que o espaço seria ocupado por um distrito industrial.

Em agosto do ano passado, a Funai designou um grupo técnico para identificar e delimitar três áreas indígenas – Arroio do Conde (terreno da Ford), Petim e Passo Grande. Dois trabalhos de campo já foram realizados nas três áreas – o último, no dia 16 deste mês. Segundo a antropóloga Maria Paula Prates, que coordena os trabalhos, há registros de grande ocupação da etnia mbya guarani no Arroio do Conde na década de 1970.

– Quando há uma designação da Funai, é porque não há somente uma reivindicação indígena, mas uma documentação prévia que indica que aqueles locais são de territorialidade guarani, no caso – diz a antropóloga.

O relatório deve ser encaminhado à Funai até 30 de junho. A decisão sobre o futuro da área caberá à própria fundação e ao Ministério da Justiça. Antes disso, o levantamento será disponibilizado para eventuais contestações.

– É sem dúvida uma área que foi de ocupação indígena e está dentro da territorialidade guarani – afirma Maria Paula.

Ao tomar conhecimento do estudo da Funai, a presidente da Câmara de Vereadores de Guaíba, Paula Parolli (PMDB), entrou em contato com o deputado federal Mendes Ribeiro Filho (PMDB) para buscar informações sobre a análise.

– Não somos contra os índios. Mas se trata de uma área nobre que temos a título de desenvolvimento e instalação de empresas – diz a vereadora.

Zero Hora

_______________________

Mas que absurdo isso ! A área já foi inclusive terraplenada para a instalaçao da Ford. Que interesse teriam os índios em ocupar uma área que já foi totalmente modificada? A não ser que os interesses não sejam bem dos índios … Só no RS isso acontece! Governadora Yeda Crusius deve se impor neste caso, auxiliada pelos deputados da Câmara Federal e Assembléia Legislativa. O RS vai perder mais um polo industrial ???? Não é possível isso !!!

E como pode a Governadora decretar uma coisa e a Funai dizer outra ? A área não é do Estado do RS ?

Este novo fato coloca não só a cidade de Guaíba em alerta, como também toda a Região Metropolitana e o Estado do RS. Esta área está reservada para ser um importante distrito industrial, com já 6 importantes indústrias confirmadas, e uma outra, a Navistar, por confirmar.

Quero ver muito em breve um pronunciamento da Governadora a respeito deste absurdo !

Comentário do leitor Muller:

Está na cara que é somente uma intervenção política para a Governadora não levar os méritos de tantos investimentos nessa área de Guaíba. Essa gente do CONTRA TUDO que está se multiplicando cada vez mais, e agindo em situações totalmente sem sentido como esse agora, querendo a qualquer custo tirar o emprego de milhares de pessoas e o progresso de todo o RS. Como disse a Paula Paroli, também não sou contra os índios, tem tantos outros locais que com certeza eram ocupação indígena e que com certeza poderiam servir para esses fins propostos da antropóloga em vez de ocupar um local que já estava pronto para receber a Ford.  Onde está o poder nos nossos governantes nessa hora??? Absurdo o que vem acontecendo no RS para impedir o progresso!



Categorias:Economia Estadual

Tags:, ,

7 respostas

  1. COM CERTEZA tem dedo do PT e de Tarso Genro.

    Curtir

  2. Sobre as recorrentes investidas, e sempre negativas, na área da FORD (agora Distrito Industrial de Guaíba), e sempre protagonizadas pelo GAS (Grupo do Atraso ou Simpatizantes), obrigam-me a fazer o seguinte raciocínio: Já que não sei construir, destruo.

    Se eu sou ou me sinto um incapaz, um incompetente, um néscio! Sou “obrigado” a destruir tudo aquilo que o outro faz ou fez, já que eu não tive capacidade ou competência para fazer. Agindo assim e fazendo com quem outros néscios também mintam para si mesmo, eu amenizo este meu aleijume estrutural/psicológico da síndrome da incompetência congênita. Uma moléstia altamente nefasta, e contagiosa. É uma pena que tenhamos de conviver com seres desta espécie.

    Bayard

    Curtir

  3. Prostituição política impera no RS.

    Curtir

  4. Isso é um absurdo!!!

    Curtir

  5. Cara, bons tempos que os índios usavam o google para reivindicar terras no morro do osso

    Curtir

  6. Algo me diz que “forcas obscuras” nao vao dar esse gostinho de vitoria a governadora Yeda…..

    Curtir

  7. Está na cara que é somente uma inetervenção política para a governadora não levar os méritos de tantos investimentos nessa área de Guaíba. Essa gente do CONTRA TUDO que estão se multiplicando cada vez mais, e agindo em situações totalmente sem sentido como esse agora, querendo a qualquer custo tirar o emprego de milhares de pessoas e o progresso de todo o RS. Como disse a Paula Paroli, tb não sou contra os índios, tem tantos outros locais que com certeza eram ocupação indígena e que com certeza poderiam servir para esses fins propostos da antropóloga em vez de ocupar um local que já estava pronto para receber a Ford. Onde está o poder nos nossos governantes nessa hora??? Absurdo oq vem acontecendo no RS para impedir o progresso!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: