Fortunati propõe isenção de ISSQN para o Inter

Reforma no Beira-Rio deve preparar estádio para a Copa do Mundo de 2014

O prefeito José Fortunati encaminhará ainda nesta semana à Câmara de Vereadores um projeto de lei que concede isenção de ISSQN para a reforma do Estádio Beira-Rio. O anúncio foi feito nesta segunda-feira durante a apresentação do seminário “Porto Alegre e as cidades da Copa de 2014 – A experiência alemã de Stuttgart”, que ocorrerá entre os dias 21 e 22 de maio no Hotel Deville. O prefeito também garantiu que, nesta tarde, o Governo Federal deve dar uma resposta a respeito da não cobrança de tributos para a reforma do Beira-Rio.

“Estamos fazendo a nossa parte para colaborar com a agilidade das obras”, disse Fortunati, que pedirá à Câmara que a proposição seja votada em regime de urgência urgentíssima, por se tratar de matéria de extrema relevância para a cidade.

Pela manhã, o prefeito manteve contato com o superintendente da Caixa Econômica Federal no Estado, Valdemir Colla, e obteve a sinalização de que será criada uma força tarefa para priorizar a análise técnica dos projetos da Copa. “As obras devem começar a partir de agosto. O ano eleitoral não será um entrave para a execução dos empreendimentos necessários. O único receio envolve as oscilações climáticas”, frisou. O prefeito acredita que sejam necessários investimentos de R$ 2 bilhões para deixar a Capital em condições de sediar a Copa.

Em meio aos preparativos, a prefeitura está promovendo o seminário com a intenção de trazer ao Brasil, em encontro nacional dos agentes envolvidos com a Copa do Mundo, uma experiência de sucesso na organização de megaeventos esportivos, abrangendo áreas como turismo, marketing, mobilidade urbana, segurança e estádios. “Vamos aproveitar para saber as dificuldades enfrentadas para a realização da Copa na Alemanha, em 2006.

O ponto de partida são as experiências vivenciadas pelos administradores de Stuttgart, detentora do título de “cidade desportiva mais simpática do mundo”. A cidade alemã se preparou para sediar jogos da Copa, incluindo a reestruturação do estádio Gottlieb-Daimler, sede do clube VfB Stuttgart. “Esperamos, por conta da Copa, incrementar o turismo, que é gerador de receita, riquezas, trabalho e renda”, sintetizou o prefeito.

Correio do Povo 



Categorias:COPA 2014, Grêmio e Inter

Tags:,

1 resposta

  1. Olá!

    Sinceramente, espero que seja aprovado pela Câmara, pois é complicado se contentar com 4 hastes de suporte que o Inter fez até agora.

    Abraço!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: