Porto de Rio Grande terá maior calado do Conesul

Ampliação de 40 para 42 pés deve beneficar exportação de soja

A partir da próxima segunda-feira, o calado do porto de Rio Grande será o maior entre os portos do Conesul, passando de 40 para 42 pés. A ordem de serviço para a ampliação foi assinada nesta sexta-feira após negociações entre a Superintendência do Porto do Rio Grande (Suprg), a Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul e a Praticagem da Barra do Rio Grande.
O aumento é possível porque a última verificação da profundidade do canal de acesso ao porto apontou que a parte externa, onde a profundidade chegará a 18 metros, já se encontra com 15,5 metros. Já na área interna do canal, a dragagem de aprofundamento de 14 para 16 metros foi concluída. Quando a dragagem for finalizada nas duas áreas, o porto poderá operar com 47 pés de calado. A obra está prevista para terminar no dia 20 de junho.
Segundo o superintendente Jayme Ramis, os terminais, principalmente os graneleiros, solicitaram o aumento parcial do calado para facilitar o escoamento da safra de grãos deste ano.
O diretor dos terminais graneleiros Termasa e Tergrasa, Guilhermo Dawson, acredita que a ampliação vai reduzir o custo do envio de carga para outros países, principalmente no que se refere à soja. Dawson estima que se hoje o frete do grão para a China custa R$ 62 a tonelada, com o aumento de dois pés ele deve cair para R$ 58,90. A redução se deve ao fato de que os navios poderão atracar no porto com três mil toneladas de carga a mais. Os dois terminais de grãos são responsáveis por 80% da soja exportada no Estado.
— É uma das notícias mais relevantes para a economia gaúcha. Veio em ano de safra recorde e num momento em que há soja no Estado. Dá maior liquidez e competitividade ao porto — afirma Dawson.
Zero Hora Dinheiro (14/05/2010)

___________________________

A mudança válida a partir de segunda-feira também tem caráter histórico. O último aprofundamento ocorreu na década de 1970, quando o calado passou de 36 pés para 40 pés (10 metros para 12,4 metros). Com 42 pés, o Porto de Rio Grande supera Santos, Paranaguá e Bahía Blanca (Argentina), todos com 40.

– Do porto de São Sebastião (SP) para baixo, ninguém tem maior calado do que Rio Grande. A movimentação de cargas terá acréscimo considerável – avalia Willen Manteli, presidente da Associação Brasileira de Terminais Portuários (ABTP)


Entrada e saída
Rio Grande terá o maior calado entre São Sebastião (SP) e Bahía Blanca, com
42 pés
Bahía Blanca (Argentina) 40 pés
Paranaguá (PR) 40 pés
Santos (SP) 40 pés
Itajaí (SC) 36 pés
Buenos Aires (Argentina) 35 pés
Montevidéu (Uruguai) 30 pés
O maior calado no Brasil é o terminal da Vale no Maranhão, com 60 pés (único do Brasil)

Fonte: Associação Brasileira de Terminais Portuários

____________________________

Zero Hora – Caderno Dinheiro

Porto do Rio Grande embarca primeiro navio com novo calado de 42 pés

De Rio Grande, a embarcação irá para o Porto de Roterdã (Holanda)

O navio Yasa Unity, com bandeira das Ilhas Marshall, é o primeiro a embarcar carga no novo calado do Porto do Rio Grande. O navio atracou no início da tarde desta segunda-feira no terminal da Tergrasa. A partir desta segunda-feira, a profundidade do canal de acesso do porto rio-grandino passou de 40 para 42 pés.

Assim que foi divulgada a mudança, a Agência Marítima Tranships Brasil solicitou ao armador Azure Parcel Lines Corp e ao embarcador ADN do Brasil para que o navio fosse contemplado com a nova profundidade. Dessa forma, o Yasa, vindo do porto de Nueva Palmira (Uruguai), onde o calado é de 32 pés, completará sua carga em Rio Grande. 

O navio chegou ao porto com 46.260 toneladas de carga e iria embarcar mais 13.800 toneladas de soja em grão, levando-se em consideração o calado de 40 pés. Agora, com 42 pés, o navio deverá embarcar 17.300 toneladas. De Rio Grande a embarcação irá para o Porto de Roterdã (Holanda).

Aprofundamento

A mudança gradual beneficia de forma imediata no escoamento da safra de soja, que tem seu pico entre os meses de abril e maio. Enquanto a dragagem de aprofundamento do porto rio-grandino não é finalizada, os usuários do porto já podem utilizar o calado com o aumento parcial. Quando as obras estiverem terminadas, o porto poderá passar a operar com calado de 47 pés. A dragagem tem previsão de conclusão para 20 de junho deste ano.

Conforme a última verificação de profundidade do canal de acesso ao Porto do Rio Grande, a parte externa, onde a profundidade chegará a 18 metros, já se encontra com 15,5 metros. Na área interna a dragagem de aprofundamento de 14 para 16 metros foi concluída.



Categorias:Economia Estadual

Tags:, ,

%d blogueiros gostam disto: