EPTC : da indústria da multa à incompetência

Avenida Érico Veríssmo, 23/05/2010: ônibus e carros presos na arapuca armada pela EPTC

No domingo que passou, Porto Alegre mostrou uma grande iniciativa, a Maratona, mas mostrou como é desprezível e incompetente a EPTC.  Foram divulgadas na mídia alterações no trânsito, sim. Mas, no dia D, não se viu o que foi anunciado,  as autoridades de trânsito não fecharam a Avenida Érico Veríssimo, que virou uma arapuca, deixando entrar centenas de carros e ônibus que, na armadilha da EPTC, ficaram trancados por 40 minutos. Eu estava passando lá, fiquei preso, e sou testemunha. As pessoas dos ônibus tiveram que seguir a pé. Motoristas dos coletivos descumpriram toda a programação da manhã – e as pessoas que estavam nas paradas esperando por esses ônibus, tiveram que esperá-los por quase uma hora. Motoristas dos carros desligaram os motores e sairam para fora. Alguns abandonaram os carros. Absurdo !  Não há dúvidas que a responsabilidade de tudo isso (ou melhor, a  incompetência explícita ) foi da EPTC.

Mês passado, no programa do Bibo Nunes, estavam discutindo sobre a (in)segurança pública, sobre a real utilidade da EPTC, e sobre a idéia de a Brigada voltar a ser agente de trânsito.

Com a criação da EPTC (a terceirização da fiscalização de trânsito não é compulsória, mas facultativa), deu-se a diminuição definitiva do efetivo de brigadianos. A idéia de fazer da Brigada novamente agente de trânsito traria de imediato um grande número de policiais na rua que, mesmo com a função de agentes de trânsito, já traria  inibição aos marginais e sensação de segurança.

Bom, e sobre a fúria arrecadadora – leia-se indústria da multa – é desnecessário mais explicações.

EPTC,  não precisamos de você.  Não dessa EPTC  incompetente que sabe muito bem multar, mas não mostra serviço quando mais é necessário.

RicardoH



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

29 respostas

  1. Ola, sou do interior, no dia 18/04/2015, entrei na olra do Guaíba de carro, como estava cheio de carros não achei que teria problema, porém quando estacionei me vi rodeado de azulzinhos, que me multaram alegando que não podia estar de carro naquele lugar, no entanto quando saí, procurei por alguma placa que dissesse que não poderia entrar de carro, para minha surpresa só tem uma placa dizendo que o local é monitorado por câmeras…. vou recorrer….

    Curtir

  2. Abanda podre controla tudo isso, instalaram na cara dura pardais na juca batista sem a tela que indica a velocidade de quem passa! isso eu achei q nunca iria ver, além desse serviço porco custar menos para eles, ainda vai acabar arrecadando mais…
    A coisa ja esta indo longe demais nesse pais de merda, pior que o zé povinho não questiona nada e engole tudo que socado guela abaixo!!!!

    Curtir

  3. Quantos cidadãos conseguiram reverter uma multa dada pela terceirizada EPTC?
    Como um “agente da EPTC” consegue distinguir com precisão uma pessoa sem cinto de segurança numa pista como a da Av. Ipiranga, na hora do pique, quando os vidros do carro, as roupas e a pele do condutor são escuros e os carros em movimento?
    Como a EPTC consegue multar um carro numa faixa de segurança, quando o mesmo está na Serra? Não, não é clonagem porque só houve uma infração desse tipo para este cidadão. São alguns exemplos da incompetência desta empresa que visa lucro e não tem respeito pelo cidadão. Sempre que viajo e, o assunto é transito, eu lembro para quando virem a Porto Alegre usem taxis, pois a EPTC precisa arrecadar em cima de alguém…

    Curtir

  4. Bom, é fato que o motorista brasileiro é mal educado e irresponsa’vel no transito. Isto nao se discute. Agora por favor, um erro nao justifica outro. É evidente que a EPTC trabalha com metas de multas a imputar, por isso tantas autuaçoes sem fundameto. Me admira alguns posts dizendo que se multa pouco em Porto Alegre. Se houvessem assim tantas infraçoes os agentes nao precisariam ficar “inventando” infraçoes que nao existem. Minha esposa foi multada por nao parar em faixa de segurança NUMA ESQUINA ( e isso muito antes da tal “maozinha” aburda parando carros em vias expressas ). Outra multa que ela levou foi de nao dar pisca PARA MUDAR DE FAIXA, é mole isso? E eu levei uma multa, acreditem, por EXCESSO DE PASSAGEIROS dentro do carro, sendo que só ando sozinho de carro na cidade !!!!!!!!!!!!!!!!!
    Questionado um atendente da EPTC informou (palavras textuais dele) que “OS AGENTES SÃO TREINADOS E SÃO À PROVA DE ERROS. SE ELES MULTARAM É PORQUE EXISTIU A INFRAÇAO”. Assim, e ponto final.
    Eu sugeri a este atendente que os agentes estao no lugar errado entao. Eles deveriam estar exercendo a medicina, que é onde mais se precisa de profissionais “à prova de erros”…….
    Noutra feita os agentes da eptc envolveram-se em uma briga com os taxistas na rua Padre Chagas e amassaram meu carro que estava estacionado. Foi feito um BO na hora e no local da briga por um agente da EPTC informando o caso. Resultado: Tive meu pedido de ressarcimento no conserto do veículo INDEFERIDO pela EPTC. Justificativa: “Nao se podia comprovar que o veículo já nao estava amassado no momento da briga”.
    Nao pude nem entrar com açao indenizatoria no juizado especial (antigo pequenas causas) porque a empresa tem caráter de orgao publico o que por lei inviabiliiza este tipo de açao.
    MOral da Historia: Além de arcar com o prejuizo financeiro ainda tive um prejuizo moral por se chamado de mentiroso e de aproveitador !!
    É nisso que dá colcoar nas maos da iniciativa privada uma atribuiçao exclusiva do poder publico. Mesmo que tenha caráter de empresa de composiçao mista, na pratica a EPTC age como privada mas com poderes de publica ………..

    Curtir

  5. Eu também tenho fé pública, mas qualquer fé pública é passível de ser derrubada se for provado que o agente não agiu corretamente. Embora ela esteja na lei, não é incontestável. Inclusive, existem penalidades severas na legislação do servidor público, quando ele não age conforme a lei. Portanto, não se justifica alegar que o servidor público possui fé pública apenas, é preciso que essa fé pública tenha sido exercida no estrito dever legal.

    Além do mais, nós servidores públicos devemos zelar pelo bem público e fazer jus ao cargo que ocupamos. Nós realmente não teríamos serventia nenhuma caso não houvesse necessidade de nosso trabalho, mas passar num concurso público não nos dá o direito de ser arrogantes e indiferentes, ou zombar de quem precisa de nosso trabalho.

    O respeito pelo cidadão nunca deve ser esquecido. Não esqueçamos, portanto, que quem paga o salário do servidor público, esteja ele em que cargo estiver, é o POVO, a POPULAÇÃO, devemos ter respeito com as pessoas e não zombar e ser grosseiros com ninguém. O fato de ocupar um cargo não dá o direito a ninguém de ficar zombando das pessoas como se estivesse num degrau acima.

    O serviço público deve ser realizado. As multas devem ser aplicadas quando a lei assim o determina. Mas o serviço público também deve ser de qualidade e com respeito. Toda pessoa que sentir que o agente público está agindo de forma além do que a lei lhe permite, deve comunicar às autoridades superiores desta pessoa.

    Curtir

  6. So uma coisa quero imformar tudo precisa começar com a educação e respeito mutuo. não adimita em hipótese alguma o desrespeito ea invasão de seus direitos seja por quem for.

    Curtir

  7. Fico muito triste, pois tento fazer o melhor no trânsito, mas vejo muitos motoristas em desconformidade com as mais diversas normas. Mas o fato de estar escrevendo aqui é para desabafar, pois em duas vezes fui multado sem auto de infração, repreenção verbal ou sem qualquer sinal do fiscal de transito da EPTC. As multas foram aplicadas pelos mesmos fiscais de trânsito que ficam normalmente na Av. Ipiranga próximo a Princesa Isabel, um rapaz alto e um mais baixo, sei pois vejo esses sempre nos locais onde indicam as multas, não tenho os nomes, mas assim que souber irei mencionar. No momento dessas multas e em outros sempre estive com o cinto colocado de forma correta. E não existe uma forma de provar que estava com o cinto, pois fica a minha palavra contra a de um documento recebido pelo correio. Essa é uma siatuação que me deixa muito irritado e triste, pois não vejo nenhuma forma de defesa para esta situação e ainda, posso perder a habilitação por esse motivo injusto.

    Curtir

  8. Olavo, concordo com a tua opinião. E digo mais, esse povo não respeita a lei e querem ficar indignados ainda…CTB deve ser lido e compreendido, pra depois não ficarem se fazendo de rogados, colocando a culpa apenas na EPTC, DETRAN, AGENTES, BRIGADA ( QUEM AUTUA NAS RODOVIAS RS) Pra quem não sabe (insatisfeitos de plantão) a JARI existe,chorem lá, mas eu ainda acho mais fácil e digno respeitar o Código de Trânsito Brasileiro.

    POR QUE A EPTC EXISTE? PORQUE OS INFRATORES FAZEM COM QUE ELA TENHA MOTIVOS PRA EXISTIR…SIMPLES ASSIM…
    NÃO HAVENDO INFRATORES, NÃO HÁ EPTC. OS MESMOS QUE RECLAMAM FAZEM COM QUE ELA EXISTA E VÃO INCLUSIVE PERPETUAR ELA.

    lembrem-se :
    – NO TRÂNSITO, O MAIOR ZELA PELO MENOR.
    – NUNCA TRANQUE O CRUZAMENTO…e por aí vai hehehe

    Curtir

  9. Maria,

    Concordo a Brigada deve cuidar de um tipo de criminoso e a EPTC de outro tipo de criminoso, embora o número de mortes causado por ambos seja bem próximo no RS:
    http://massacriticapoa.wordpress.com/2010/07/14/pelo-desarmamento-do-transito/

    Curtir

  10. Puxa, mas que coisa feia falar mal de um órgão que até pouco tempo, antes da era incompetente dos JoFo-Eliseu e JoJo- FoFo, era ouro em fio!
    Sou motorista desde 1980, inclusive exerci a profissão de motorista e não tive uma multa sequer. Sabem por que? Por que respeito as leis de transito. Vocês dizendo que a EPTC, tem que acabar, estão fazendo o jogo dos que querem ver a BM nas ruas fiscalizando e multando e até talvez, atirando nos motoristas que por qualquer bobagem se sinta ameaçado e resolva fugir. Hoje com a EPTC isso é impossível acontecer, pois os agentes de transito, não usam armas, já a Brigada as tem e muitas vezes faz uso indevido (veja aquele caso em Caxias do Sul), pois eles são preparados para lidar com marginais e não com cidadãos que supostamente estejam infringindo uma lei de transito. Pensem melhor antes de pedirem a dissolvencia deste órgão, pois estarão dando de bandeija para quem deve mesmo é cuidar da segurança pública, ou seja, BMilitar deve estar nas ruas, mas contra os marginais!

    Curtir

  11. Sou servidor público, fui multado na ipiranga com salvador frança pelo agente 15130 no atigo 182* VII – parar na área de cruzamento de vias, prejudicando a circulação de veículos e pedestres: sou condutor de ambulância e ao fechar o semáforo parei meu veiculo dentro do espaço físico permitido, ou seja, meu para choques estava após a linha do meio fio, neste local não há faixa de pedestre e é proibida a conversão a esquerda de quem vem pela perimetral sentido aeroporto zona sul, ou seja, não impedindo a circulação de qualquer veiculo que passasse por ali. Havia um agente de trânsito que chamou minha atenção para que eu tomasse cuidado para não interromper o trânsito e eu disse que felizmente eu estava em local permitido. Pois bem, ele esperou que eu me retirasse e me multou. Talvez ele esperasse que eu baixasse a cabeça e pedisse pelo amor de Deus para não me multar, certo de que não estava cometendo nenhuma infração, isso não ocorreu e fui embora. Naquele local há uma câmera de controle de tráfego e aí fica a dúvida, eu posso pedir as imagens para que comprove a minha inocência, ou estas câmeras só servem para punir e não expôr a fragilidade e os abusos de alguns agentes de trânsito? Como servidor público minha palavra também tem fé pública, como provar quem tem razão???

    Curtir

  12. A qualidade de vida diminui muito quando as pessoas ficam horas enfrentando situações de stress seja dirigindo, seja em ônibus lotados, seja caminhando longas distâncias com horário para cumprir.
    Dessa forma, com tantos compromissos incutidos em nosso cotidiano por uma vida moderna, nosso horário fica curto, muito curto. E, assim, as pessoas não tem ânimo para participarem de coisas importantes, como o acompanhamento da administração do seu condomínio, como o acompanhamento da administração do prefeito, governador, etc…
    Tampouco, as pessoas tem tempo para poderem admirar o final da tarde de nossa cidade que é lindo.
    Acredito que é importante votar (embora ache que o voto não deveria ser obrigatório), mas tão importante quanto votar é encontrar uma maneira de acompanhar e cobrar dos seus eleitos o que eles estão fazendo com a administração pública. Quanto maior o número de pessoas que conseguem se envolver com questões que são importantes para o interesse público, maior a chance de se coibir abusos de qualquer natureza.
    Aliás, nem é bom que cada um ande no seu carro. Isso seria mais um passo para o isolamento do ser humano. O bom mesmo é que se tenha um transporte coletivo que atenda às necessidades das pessoas. Pessoas essas, que contribuem de várias formas para o custeio do Estado, seja com impostos diretos ou indiretos. Todos contribuem, mas nem todos usufruem da mesma forma. Um transporte coletivo eficiente e eficaz diminui o fluxo do transporte e dá qualidade de vida à população.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: