Nada a copiar da Copa 2010

A delegação brasileira, integrada por grande número de técnicos, que foi à Copa 2010 na África do Sul ver o que se poderia fazer para Copa 2014 no Brasil, encontrou mais coisas a serem evitadas do que copiadas. Na questão crucial da mobilidade nada, informa o secretário municipal de Porto Alegre, Newton Baggio.

Affonso Ritter



Categorias:COPA 2014

Tags:

5 respostas

  1. Nunca esquecendo do nosso aeroporto, que mal tem capacidade para a demanda atual. Imaginem como será na Copa de 2014 se não sofrer grandes aperfeiçoamentos…

    Curtir

  2. Porte Alegre perdeu o bonde,

    NÃO LUTOU PELO METRÔ!!!

    Mesmo com as obras de mobilidade urbana que se avizinham, que evidentemente em algo ajudarão o caótico trânsito de POA, não resolverão nem de longe a problemática do caos de nosso trânsito, que em 2014 terá uma frota muito maior de carros!!!

    Toda cidade que é considerada de porte tem METRÔ,

    Sinceramente nao sei pq a sociedade portoalegrense, assim como a classe política, nao lutou por um metrô. É uma dúvida a buscar respostas, pois algum motivo deve ter …

    Qual será a outra oportunidade que teremos de ter um METRÔ???

    Com essa classe política que temos aqui creio que NUNCA!!!

    Curtir

  3. O diferencial seria se as cidades brasileiras recebessem linhas metrôs por causa da Copa. Como não vai haver mais tempo para que isso seja feito (exceto a cidade de São que já tem projetos em andamento), sofreremos dos mesmos problemas de mobilidade urbana da África do Sul ou até pior, por temos muito mais carros e congestionamentos.

    Curtir

  4. O exemplo a (não) seguir é o tempo de conclusão das obras, mas do jeito que a banda tá tocando…

    Abraço!

    Curtir

  5. Ainda ontem eu vinha retornando do centro de Porto Alegre em direção a minha casa, na Av.Baltazar O.Garcia, no horário do pique, olha, gente! foi um pavor, ainda comentei com o motorista do taxi que me trouxe, imagina isso em época de copa do Mundo.
    O prefeito futuro terá muito trabalho pela frente, principalmente o escoamento de tráfego de saída pela Castelo Branco. O espaço
    tem, pela marginal da mesma até o trevo da BR 116. Pago pra ver… py3cvs.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: