Após polêmico fechamento, Sala Norberto Lubisco reabre amanhã

Espaço localizado na Casa de Cultura Mario Quintana estava fechado desde dezembro

A Sala Norberto Lubisco da Cinemateca Paulo Amorim, na Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736), será reaberta amanhã, após um período de reformas. Fechada desde dezembro do ano passado, a sala ganhou uma saída de incêndio, pintura geral, um lugar para cadeirantes e teve suas vitrines, voltadas para a Rua dos Andradas, trocadas. “As vitrines estavam tomadas por cupins”, disse Luis Armando Capra Filho, diretor da CCMQ, explicando um entre os motivos da reforma. O fechamento da sala gerou protestos por parte da comunidade cultural porto-alegrense.

Ontem pela manhã ocorreu uma sessão para autoridades e convidados, marcando a reabertura. Esteve no evento Ricardo Lubisco, 23 anos, filho do fotógrafo gaúcho que dá nome à sala. Foram exibidos três curta-metragens com direção de Antonio Carlos Textor (que também esteve presente) e com fotografia e câmera de Norberto Lubisco: “Urbano” (1983), “Carrossel” (1984) e “Crônica de Um Rio” (1988). Norberto Lubisco marcou por mais de três décadas a produção cinematográfica no Rio Grande do Sul e teve seu trabalho reconhecido com filmes premiados no Festival de Cinema de Gramado.

“Queremos apresentar uma programação diferenciada, na única sala de cinema da cidade que ainda é voltada para a rua”, disse o secretário de Estado da Cultura, Cézar Prestes. “Vamos exibir filmes de grandes mestres, procurando atrair o público com obras célebres”, completou o diretor do Instituto Estadual do Cinema (Iecine), Ivo Czamanski. Conforme Capra, a reforma custou R$ 15 mil. Os recursos foram obtidos do orçamento do Estado, da Associação de Amigos da Casa de Cultura Mario Quintana e da Associação de Amigos do Iecine.

A programação, a partir de amanhã, contará com um ciclo de cinema italiano, com “Concorrência Desleal”, de Ettore Scola, às 14h45min; “Belíssima”, de Luchino Visconti, às 17h; e “Noites de Cabíria”, de Federico Fellini, às 19h15min. As sessões ocorrerão de terças a domingos.

Além da Sala Norberto Lubisco, a CCMQ mantém a Sala Paulo Amorim e a Sala Eduardo Hirtz. O preço dos ingressos é de R$ 6,00, às terças e quartas-feiras. De sextas a domingos e em feriados é R$ 8,00. As quintas-feiras, há meia-entrada para todos, a R$ 4,00.

 Correio do Povo



Categorias:Cultura

Tags:,

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: