Ações pífias para o turismo

 

As belezas naturais, o cotidiano que lembra o de uma cidade do Interior e outras peculiaridades tornam a Zona Sul um lugar diferenciado em Porto Alegre. Com essa certeza em mãos, o movimento A Zona Sul da Nossa POA quer carimbar de vez essa identidade visual criando uma logomarca para a região. E o público vai ajudar a defini-la.

O grupo criou um concurso para escolher a tal logomarca da Zona Sul. A ideia é projetar algo que agregue os potenciais do lugar como pólo de entretenimento, gastronomia e crescimento sustentável. As regras para a participar estão no http://www.zonasuldanossapoa.com.br/portal/.

As sugestões deverão ser enviadas para esse endereço até 26 de agosto. Serão selecionados de 10 a 20 trabalhos. Eles ficarão expostos de 13 a 19 de setembro no salão de eventos do BarraShoppingSul, e de 20 de setembro a 9 de outubro no Paseo Zona Sul.  A   comunidade  pode conferir as exposições e votar, no site, em uma das propostas selecionadas.

Zero Hora

________________________________________________

Mais um “movimento” : A Zona Sul da Nossa POA

Fariam mais pela cidade e pela zona sul se lutassem por acessibilidade ao Guaiba, que é privatizado por mansões, clubes fechados e favelas, ou tem acesso quase impossível em quase toda a cidade.

Mas isso o “movimento” – e os moradores da zona sul – não haveriam de querer.

Será que um dia Porto Alegre terá um mínimo de atratividade turística?  Nem digo que seja a níveis do prestígio do Rio, Fortaleza, Curitiba, Salvador… Mas será que um dia veremos um pacote turístico cujo objeto seja Porto Alegre?  pesquisei várias operadoras de turismo, grandes e pequenas. Todas que tem pacotes para o Estado são somente para a serra. Porto Alegre é só o aeroporto: de lá partem ônibus para a serra. Encontrei uma única operadora que, por motivos logísticos, tinha que ter um pernoite em Porto Alegre.  Como sobravam umas duas horas livres no programa, a empresa oferecia um “tour panorâmico para conhecer a linda capital gaúcha:  murais de grafite do muro da Mauá, Praça da matriz e visita ao Gasômetro”

E o mais desanimador é que não vemos grandes planos para a Copa 2014.    Talvez a única coisa nova na cidade será o Caias Mauá – mas há notícias preucupantes de ações na justiça contra as torres. Fora o tempo curto de 3 anos e pouco.  

A Copa seria uma oportunidade ímpar para estimular que finalmente construam hotéis em locais turísticos perto da orla. Portanto, os turistas terão de se hospedar quilômetros adentro nos bairros.

Não há absolutamente nenhum plano para os belvederes da cidade. Esqueçam que temos belvederes, portanto.

Também não há planos nenhum  de melhorias, atrações e abertura das marinas estrategicamente localizadas na Assunção e Diário de Notícias.

Uma grande e nova atração da cidade está em coma: o Pontal do Estaleiro.  Também com ações na justiça para proibir completamente tudo.  

Aí vemos notícias surreais de melhorias da orla que consistem em ações como instalar esses bancos:

 

Há ações amadoras como essas do logotipo.  

E  existem os estudos que taxam nossa vocação somente pra eventos.

Será que Porto Alegre irá se tornar minimamente turística um dia?  Acho que isso só virá com a mudança das mentalidades dos portoalegrenses.  Porque nem a Copa está surtindo o efeito poderoso  –  e único –  que poderia ter.

RicardoH

 

PS:  há notícias de melhorar o entorno do Gasômetro, cartão postal da cidade ?



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , , , , , , ,

%d blogueiros gostam disto: