RUMO A 2014 – Sete potenciais para o Cais

Urbanista espanhol vê a beira do Guaíba e a fachada dos armazéns como a identidade da CapitalRenomado arquiteto e urbanista, o espanhol Fermín Vázquez, 48 anos, tem participação importante no processo de revitalização do Cais Mauá que está agora na inédita fase de licitação.

Sócio-diretor da b720 Arquitectos, que integra o consórcio de empresas que teve o projeto de renovação selecionado pelo governo do Estado, ele idealizou o novo visual da área portuária da Capital, que poderá ser seguido ou não pelos empreendedores que vencerem a disputa.

Em Porto Alegre para participar da abertura da exposição Madri 100% Arquitetura, organizada pelo Instituto Cervantes, Vázquez caminhou pelo Cais do Porto ontem a convite de Zero Hora. Ao falar sobre os potenciais da área, o urbanista projeta que a transformação na cidade poderá ser semelhante à ocorrida no porto de Valência. Na cidade espanhola, a realização de uma competição esportiva de vela serviu como pontapé inicial para a construção de um moderno edifício chamado Veles e Vents, e a consequente renovação do entorno do porto.

– A beira do Guaíba e a fachada dos armazéns têm um valor patrimonial extraordinário, é a identidade de Porto Alegre. Esta é uma oportunidade muito grande de movimentar a margem do Guaíba e ter opções de alta qualidade. O valor do Cais Mauá é indiscutível, e isso terá impacto na revitalização de todo o Centro – afirma o urbanista.

Confira sete pontos do Cais do Porto considerados promissores por ele:

1 Localização privilegiada

Para o urbanista, a localização do porto não pode ser melhor dentro da Capital. A grande circulação de pessoas e a beleza da área são promissoras. A única barreira apontada é o trem, que impede a ligação do Centro com o porto entre as estações Rodoviária e Mercado.

2 Perspectiva de grande fluxo

A instalação de lojas, restaurantes, escritórios e centros culturais no espaço entre a Rodoviária e as proximidades da Usina do Gasômetro, tornará o local atrativo para a população, garantindo movimentação e viabilidade econômica para os empreendedores.

Parte das opções de lazer deverão ser gratuitas, para que toda a população usufrua do contato próximo ao Guaíba. A diversificação das atividades e das opções oferecidas deve ser buscada, para ampliar o interesse de diferentes públicos.

3 O entorno valorizado

Com a revitalização do porto da Capital, o urbanista avalia que se abrirá a possibilidade de todo o entorno melhorar junto. A tendência, observada em outras cidades do mundo que recuperaram seus portos, é de que o aporte de recursos incentive outros empreendedores a investir na mesma região.

Em vez da competição entre os comerciantes do porto e os estabelecidos do lado de fora, o espanhol prevê que a revitalização terá a capacidade de estreitar a relação entre os dois segmentos, em que ambos se reforçarão mutuamente.

Na cidade espanhola de Valência, a realização de uma competição esportiva de vela serviu como pontapé para a construção de um moderno edifício chamado Veles e Vents na área portuária, e a consequente renovação de todo o entorno.

4 Uma rica arquitetura

Os contornos arquitetônicos dos antigos armazéns e a referência histórica simbolizada nos gigantescos guindastes situados junto às águas devem ser destacadas no processo de revitalização. Vázquez destaca que o Cais do Porto é a identidade de Porto Alegre.

5 O Guaíba como cenário

A proximidade com as águas do Guaíba deve ser aproveitada. O cais que no passado servia para o ancoramento de navios é visto como uma grande “sacada urbana”, permitindo vista panorâmica do rio.

6 Utilidade para toda a cidade

Mais que ser rentável para os empreendedores dispostos a investir na área, o projeto tem de ser útil para as pessoas e preservar características locais.

O espanhol ressalta que nenhum projeto vale a pena se não for bom para a cidade como um todo. E ele vê, no Cais do Porto, potencial para que a revitalização cumpra esse papel.

7 Chance de atenuar o muro

Sem entrar na polêmica da remoção ou permanência do Muro da Mauá, Vázquez avalia que o muro é importante como proteção contra cheias e isolamento acústico do barulho dos carros e ônibus que passam pelo Centro. Deverão ser estudadas formas de atenuá-lo na paisagem.

Se no futuro houver alguma necessidade de alteração, ele avalia que há soluções de engenharia que evitariam prejuízos em caso de enchente. Uma alternativa poderia ser a abertura de vãos no muro, criando comportas que se elevariam nessas aberturas em caso de alagamento.

Inicialmente, cogitou-se reduzir o muro à metade (de 3m para 1,5m), mas o projeto aprovado na Câmara de Vereadores não prevê alterações no obstáculo erguido nos anos 70.

O projeto
– O Diário Oficial publica hoje um resumo do edital da licitação internacional que definirá a empresa que executará as obras de revitalização do Cais Mauá
– A partir de agora, as empresas terão 90 dias para a apresentação de propostas. É a primeira vez que um projeto de revitalização chega à etapa de licitação ao longo de mais de duas décadas de promessas
– As obras devem começar em 2011 com investimentos de R$ 500 milhões e expectativa de geração de 10 mil empregos diretos e indiretos
– Como contrapartida à execução, o empreendedor que vencer a licitação receberá concessão para explorar a área por 25 anos, prorrogáveis por igual período

Zero Hora



Categorias:COPA 2014, Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:, ,

6 respostas

  1. so acredito vendo….

    Curtir

  2. imagina se sair uns blocoes no melhor estilo porto alegre ??? nossa, ai decreta o fim da cidade. mas acho mto dificil.. acho q vai sair pela primeira vez uma coisa a nivel internacional.

    Curtir

  3. “ele idealizou o novo visual da área portuária da Capital, que poderá ser seguido ou não pelos empreendedores que vencerem a disputa.”
    Ai que mora meu medo. Pode uma empresa não seguir aquele modelo e fazer prédios neos.

    Curtir

  4. to adorando o movimento desse blog.. sempre qdo entro tem coisa nova. parabens meninos.

    Curtir

    • Obrigado Jake.
      E estamos crescendo muito em acessos também. Isso é muito bom pra cidade, termos um lugar onde podemos discutir assuntos da cidade praticamente sem restrições. E tem muita gente visitando o blog.
      Continue participando!

      Curtir

  5. licitação internacional ??? isso é bom…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: