Inicia o CENSO 2010 em 1º de agosto

Porto Alegre vai ter 1,6 mil recenseadores

De 1 de agosto a 31 de outubro visitarão meio milhão de residências. O Censo de 2010 foi lançado ontem em videoconferência

A população da Capital gaúcha terá 1,6 mil recenseadores para visitar os 500 mil domicílios que serão pesquisados para o Censo 2010, cuja largada em campo ocorre no dia 1 de agosto. Dirigentes da unidade regional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) acompanharam, por meio de telão, videoconferência do presidente da instituição, Eduardo Pereira Nunes. De Brasília, ele falou para todo o Brasil, destacando os principais enfoques do levantamento censitário, cuja conclusão está prevista para 31 de outubro. Os números sobre “quem são os brasileiros e quantos são” deverão ser apresentados em 27 de novembro.

Conforme o chefe da Delegacia Regional no Estado, José Renato de Almeida, entre as mudanças contidas na pesquisa deste ano figura a averiguação de como a família é constituída. Segundo ele, em vez de apenas perguntar se existem filhos adotivos ou enteados, será feito um trabalho mais amiúde, mostrando quem é filho de quem naquele núcleo familiar. “Também vamos verificar se os casais são do mesmo sexo ou não”, assegurou. A ideia, deixou claro, é reproduzir exatamente o tipo de família que foi ouvida. Também o responsável pelo domicílio será enfocado de forma diferente. Em vez de perguntar “quem é o chefe da família ou do domicílio?”, a indagação será: “Quantas pessoas são responsáveis pelo domicílio?”.

Uma das preocupações que o IBGE tem é com a segurança da comunidade que será ouvida, bem como dos 12.558 recenseadores que atuarão no Rio Grande do Sul. Para dar essa garantia, boa parte dos R$ 1,6 bilhão que o Censo 2010 terá foi aplicado em divulgação diversificada. Além da mídia tradicional – rádio, jornal e televisão – estão sendo aplicados recursos em palestras, encontros e cartazes para serem espalhados pelas cidades brasileiras. “Nós, em Porto Alegre e em vários municípios, estamos conversando com síndicos, porteiros, escolas, sem falar nas prefeituras que são nossos clientes naturais, visto que a partir dos resultados obtidos o gestor poderá traçar as suas políticas”, afirmou o coordenador operacional do Censo no Rio Grande do Sul, Vanderlan Souza.

O traje do recenseador – boné com aba amarela, colete azul marinho com bolso transparente (no qual o visitado poderá ver a foto, o número de matrícula e no bolso do outro lado o fone 0800-7218181) – foi concebido para facilitar o reconhecimento do profissional. Na dúvida, o pesquisado pode ligar pedindo confirmação. A maioria dos recenseadores é do sexo feminino, com idade entre 18 a 24 anos. Há ainda uma faixa significativa de pessoas com mais de 60 anos. Esses profissionais estarão portando o seu PDA, pequeno equipamento eletrônico, do tamanho de um controle de TV, que permite o armazenamento das informações que serão, depois, passadas aos postos de coleta – um total de 7 mil em todo o país.

O IBGE abriu a possibilidade de os cidadãos responderem pela Internet, mas ainda assim terão de receber o cadastro do recenseador e ter prazo para responder. A instituição não fará qualquer contato via Internet com os recenseados.

Corrreio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: