Uma orla semelhante à de Porto Alegre. Que evoluiu.

Matéria que vale a pena ler novo, agora em que se pensa em Copa 2014

Depois de mostrar os morros de Belo Horizonte, semelhantes aos de Porto Alegre, mas que as pessoas  podem desfrutá-los, com seus restaurantes panorâmicos, torres panorâmicas e o mais básico de tudo (e que Porto Alegre não tem):  simples mirantes, acesso, segurança e  preservação ambiental da mata.

__________________________________________________
Assunto de hoje: ORLA
Achei interessante a comparação com Manaus.  Sua orla, de rio, é semelhante à orla de Porto Alegre, com muito mato e vegetação.

É interessante, também, ver como a capital do norte era há 20 anos atrás, e como a cidade soube evoluir, e  sem devastar o verde. A área mostrada se encaixaria com perfeição, em Porto Alegre, na Avenida Diário de Notícias. Ou em outros trechos da orla, como na  Harmonia , parte do Marinha…  ou até mesmo mais ao sul da Diário.

 Temos 72 km de orla.   Um pedaço dela poderia ser urbanizado, isso não iria destruir Porto Alegre, nem o Guaiba.

 Manaus, praia da Ponta Negra
Manaus, praia da Ponta Negra

 A orla da  Ponta Negra é de livre acesso.
Ponta Negra, Manaus
Ponta Negra, Manaus

 Orla de livre acesso:

Manaus
Manaus

 Mesmo à noite, VIDA na orla 

Mesmo à noite, VIDA na orla

 VIDA na orla

VIDA na orla

 

Agora, vejam a mesma orla de Manaus em 1986:

Manaus em 1986, na Ponta Negra
Manaus em 1986, na Ponta Negra

 

E agora, ponto turístico em Porto Alegre, em 2009: 

O bar na orla da cidade de Porto Alegre
O  bar na orla  da cidade de Porto Alegre

 PONTO TURÍSTICO PORTOALEGRENSE

PONTO TURÍSTICO PORTOALEGRENSE

Gasômetro: ponto turístico portoalegrense
Gasômetro: ponto turístico portoalegrense
Importante: a orla da  Ponta Negra é de livre acesso.

 



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , , , , , , ,

22 respostas

  1. Por ser filho de ex-militar eu morei em Manaus por uns tempos e como ainda tenho parentes lá ainda costumo ir a cada 2 ou 3 anos. A minha ida mais recente foi em fevereiro de 2009, e a Ponta Negra me parece um ótimo modelo de desenvolvimento para a orla portoalegrense. Não adianta querer preservar matagais que só servem de esconderijo para bandidos como sendo “vegetação nativa”, ratos como “fauna” e nóias de crack como se fossem cidadãos. Quem gosta de pobreza deveria se trancar numa maloca de vila, e quem esconde o gosto pela pobreza como “ambientalismo” deveria ir para o meio do mato viver como os indígenas a 500 anos atrás então.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: