Idenir Cecchim propõe derrubar muro da Mauá

Projeto de derrubar o muro   

Câmara de Porto Alegre começou a discutir nesta segunda (09) a derubada do Muro da Mauá, até a Copa 2014, projeto do vereador e ex-secretário Idenir Cechim (PMDB). Uma discussão extemporânea. Mais ainda agora que a Prefeitura começou a fazer a manutenção das comportas. A integração com o Guaíba se fará pela novo centro de lazer, que ocupará os armazéns do Cais Mauá.

www.affonsoritter.com.br



Categorias:COPA 2014, Muro da Mauá, Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:, , ,

18 respostas

  1. Não fui eu que disse, mas um ex-prefeito da cidade e que, antes de ser prefeito, ocupou vários cargos administrativos da Prefeitura, ajudando inclusive no estabelecimento do muro e todo sistema de proteções contra enchentes na cidade.

    Curtir

  2. Eu era do DNOS e não foi como você diz, voce esta lançando dados sem saber da realidade.
    O sistema é um só, se tirar o muro inunda a zona norte e assim por diante.
    Quanto a cheia de 83 existe o estudo do qual participei e cópia foi entregue em reunião na Assembléiaa Legislativa informando que os pre´juízos seriam mais de 12% do total investido corrigido para a época de 83, ou seja 6 cheias iguais pagariam todas as obras.
    Estas obras foram aprovadas por toda a população da época.
    Quem as contesta (nem o DEP contesta) é por ignorância do assunto.

    Curtir

  3. A altura de 1,4 m de água ocorreu em 1941 (a maior enchente que se tem notícas) no lugar que depois foi construído o mudo, por isso a projeto inicial de revitalização do Cais da Mauá previa a redução do muro a metade.

    Nas enchentes posteriores, as comportas do muro nem chegaram a ser fechadas, até porque atingiram a região do Dulúvio e não o centro. Na famosa enchente de 1983, segundo o prefeito da época – João Dib, algumas comportas não foram fechadas porque estavam emperradas. Acho que o conserto das comportas foi esse que ocorreu recentemente, ou seja esse muro nunca serviu para nada.

    Curtir

  4. Estudos demonstram que probabilisticamente uma enchente bem maior que a de 1941 pode ocorrer sim.
    Quaanto aos dados que citaste de 1,4, gostaria de saber em relação á que referência de nível?
    Existe estudo sim senhor referente ao sistema de Proteção, são 6 ou 7 volumes e devem estar no Governo do Estado, pois o DNOS entregou á eles os estudos.
    Todas as alternativas que foram questionadas e a adotada.
    Em 1983 foi feito um estudo e apresentado a Assembleia Legislativa do RS que demonstrava que a cheia deste ano teria gerado um prejuízo, se não fossem as obras de proteção, superior a 12% do valor atualizado até 1983 investido em todo o sistema de Porto Alegre.
    Posso dizer também que o sistema de POA funciona em conjunto, ou seja a falta de uma parte inviabiliza o total.
    O sistema vem do Gravatái atí o Estaleiro Só. Se retirar a cortina da Mauá, o restante do sistema não funciona e toda área será inundada.
    Veja bem, estou falando do sistema e não da altura do muro, pois fiz estudos e cheguei a conclusão de que pode reduzir em 1 metro a altura. Porém te pergunto, quem teria coragem de reduzir em um metro este muro? Na Holanda os diques estavam da altura calculada pela melhor técnica e foram ultrapassados e deu no que deu.
    Imagine alguem reduzir em 1 m a altura do dique e daqui a dois anos vem uma cheia e o sistema rompe, como ficaria, legalmente quem aquele que tomou a decisão.
    Esta é uma discussão que pode ocorrer entre interessados em aparecer mas nunca será tomada nem pelo mais demagogo prefeito ou Governador.

    Curtir

  5. Não sei como pode alguém ser a favor de um MURO.

    Normalmente a pessoas são a favor de idéias, sonhos, ideológias, projetos, agora a favor de uma barreira que impede uma cidade de ver, usufruir, ganhar dinheiro, gerar impostos e empregos é inédito e só reforça a ideia de que Porto Alegre é terra do ecoxiitas, dos radicais e fanáticos.

    Pior, ainda sabendo que existem outras formas mais modernas, seguras e flexíveis de proteger a cidade contra inundações, sem tornar quase inacessível e inaproveitável uma das mais belas regiões da cidade.

    Isso tudo é só para que os Cais do Mauá não sejam usadas economicamente, porque “alguém vai ganhar dinheiro (ter lucro, imagina), porque vai haver “especulação imobiliária, como vocês dizem?

    Agora falando em questões técnicas, sabes qual foi a cota que o Guaíba atingiu em 1941, a maior enchente que se tem notícias? Quanto água choveu naqueles dias e em que velocidade essa água chegou no lago? Qual era a velocidade do vento sul para represar a água do lago?

    Pois é, fora a primeiro pergunta (1,4 m, ou seja menos de 50% da altura do muro), ninguém sabe as respostas. nem se essas condições se repetirão um dia, pois não ha qualquer estudo sobre isso e o que se quer é isso: um ESTUDO sobre a melhor forma de proteger a cidade sem o muro.

    Curtir

  6. E os que esperam essa enchente do Guaíba para que finalmente esse muro possa ser utilizado devem ser os mesmo que esperam a vinda dos ETs ou da volta do messias.

    Curtir

  7. So doentes mentais contestam o muro pois técnicamente ninguem contesta.
    O problema de certas pessoas é que levam tudo pro lado GRENAL, mesmo os problemas técnicos.
    Quanto a dizerem que não importa de quem é a obra, só pode ser brincadeira ou irresponsabilidade.
    A obra foi solicitada por maioria do povo de Porto Alegre nos anos 50/60, Vereadores, Prefeitos e muitos abaixo assinados apoivam e solicitavam a obra.
    O Governo Federal durante dois anos estudou alternativas com técnicos nacionais e Internacionais.
    A melhor solução foi adotada.
    Demolir o que esta pronto só pode partir de um Vereador que desconhece o assunto ou pensa que ele criando uma Lei o meio ambiente se comportará como ele quer. Só um pisquiatra explica e é por este tipo de Vereador e gente que o apoia que o Brasil esta onde esta.
    Devemos considerar que quem decidiu na época sobre a obra o fez face a prerssão popular do povo daquela época e não cabe a nos julgarmos hoje a demolição.
    Eu proponho a todos que querem a demolição, juntamente com o dito Vereador, que assinem um abaixo assinado no sentido de pedirem a demolição do muro e assumirem a responsabilidade de endenizarem com tudo o que têm aos que no futuro forem prejudicados por uma inundação. Se conseguirem tal documento e assinarem um contrato em cartório assumindo os danos e dando bens em garantia eu ficarei quieto assistindo.
    Agora tenham coragem e façam este documento. Quem não firmar tal documento e continuar pregando a demolição é porque não é sério.

    Curtir

  8. Esse muro parece um venda nos olhos do porto-alegrenses.

    Não importa se o muro é federal, municipal ou asteca, o que importa é que a população da cidade de Porto Alegre quer tirá-lo do abandono.

    Que eu saiba todo o sistema de diques e bombas que protegem Porto Alegre da enchentes, entre eles o muro da Mauá, são administrados pelo DEP.

    Mas não é esse muro da Mauá que é o maior problema aqui em Porto Alegre, pior essa barreira ideológica de muitas pessoas que não os deixa ver a LUZ e o seu rio.

    Curtir

  9. O muro é obra Federal, ou seja, Patrimônio Público Federal e somente o Governo Federal poderá derruba-lo.
    São politiqueiros como este que destroem as Leis ambientais e depois se escondem atráz do Nariz.

    Curtir

  10. Eu ja estou mais preocupado com uma tsunami, ela devastaria a cidade toda.O aumento da velocidade dos ventos e algumas espécies raras de de insetos que tb sucumbiriam com a retirada dele. Temos que fazer um grande abraço ao muro, vamos convidar os eco…. para lutar pela manutenção dessa coisa mais maravilhosa de linda que ja foi construda em Poa, temos uma atração turistica que nunca foi explorada, não entendo como alguem pôde ter coragem de propor a retirada dele… Sem ele poderemos avistar o Guaíba até de carro, e essa bela paisagem poderá provocar acidentes graves, gerar transtornos psicológicos a certos motoristas por achar que podem estar em outra cidade, afinal, nunca mais foi visto desse ângulo após sua construção.

    Curtir

  11. É verdade!

    Sem contar que, quando o vento encanado da Borges se encontrar com o vento da Mauá, poderemos ter um verdadeiro redemoinho em plena esquina democrática, levantando as saias das moças da rua da Praia.

    Curtir

  12. Mas nuuunca, o muro ja faz parte da natureza da cidade, deveriam tombar ele como patrimonio do municipio, sem contar que a retirada dele vai gerar ventos para o centro que vão matar as formigas ninjas albinas raras que encontramos perto da prefeitura.

    Curtir

  13. Finalmente um político com culhões para assumir o risco de propor a retirada desse muro que nunca serviu para nada e prejudica a convivência dos porto-alegrenses com seu rio.

    É claro que a cidade precisa de proteções contrar cheias do Guaíba, para isso deve ser feito um estudo da mair cota de água e de outras formas de proteção que não seja o muro.

    Curtir

  14. “Projeto de derrubar o muro” pode ser considerado manchete para preencher espaço em jornal. Na falta de matérias, se coloca algo relacionado a possivel derrubada do muro. Quais outros assuntos poderiam estar nesta categoria de preenchedores de espaço em jornal?

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: