Maior estação de tratamento de esgotos está em obras

Canteiro de obras é finalizado em terreno de 11 hectares na Serraria

Foto: Lu Turela/ PMPA

Os porto-alegrenses já podem observar o início de mais uma das principais obras do Projeto Integrado Sociambiental (Pisa): a Estação de Tratamento de Esgoto Sanitário da Serraria (ETE Serraria), que terá a maior capacidade de tratamento de efluentes da Capital. A fase é de implantação dos equipamentos para execução e finalização do canteiro de obras em um terreno de 11 hectares, que contará com mais de 350 trabalhadores. Ao ser finalizada, a estação tratará 4 metros cúbicos de esgoto por segundo.

De acordo com o engenheiro responsável pelas obras de esgotamento sanitário do Pisa, Valdir Flores, na estação será possível a eliminação de mais de 99% dos coliformes fecais dos efluentes. “Essa obra garantirá a devolução ao Guaíba de uma água que atenderá a todos os parâmetros exigidos na Licença Ambiental da Estação de Tratamento de Esgoto”, explicou Flores.

ETE Serraria

A estação será a responsável final pela despoluição do Lago Guaíba, já que todos os efluentes coletados pelas redes de esgoto do projeto serão conduzidos e tratados lá. É na ETE que chegarão os esgotos provenientes do Arroio Dilúvio, assim como dos bairros Cavalhada, Restinga e Ponta Grossa, além dos esgotos da área central da Capital, que hoje são jogados in natura no Lago Guaíba.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Meio Ambiente, Programa Sócio Ambiental

Tags:, , ,

2 respostas

  1. Melhor notícia para PoA nos últimos tempos.

    Curtir

  2. Obra fantástica!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: