Prefeito visita quinta-feira obra do Teatro Elis Regina

Atual sala Elis Regina se transformará em moderno teatro modulável

O prefeito José Fortunati visita as obras do futuro Teatro Elis Regina quinta-feira, 16, às 10h30, em companhia de técnicos das secretarias da Cultura (SMC) e de Obras e Viação (Smov), além dos arquitetos que idealizaram o espaço dentro da Usina do Gasômetro (Av. Pres. João Goulart, 551) e sua atual reformulação. A transformação da Sala Elis Regina em teatro está no final de sua primeira etapa, com a colocação das estruturas metálicas que darão ao local a possibilidade de diferentes posicionamentos de palco e platéia.

Orçado em R$ 3 milhões, o futuro teatro está localizado no segundo andar da Usina, onde antes funcionava a Sala Elis Regina, ocupando uma área de 745m², com capacidade máxima para até 400 pessoas. O próximo passo inclui a colocação da estrutura de dutos para o ar-condicionado. Até o momento, a Prefeitura já gastou R$ 865 mil com a obra, realizada em parceria com o Grupo RBS. Para o secretário da Cultura, Sergius Gonzaga, o Teatro Elis Regina representa um importante acréscimo. Afirma que Porto Alegre tem um déficit estrutural de locais para a apresentação de espetáculos de teatro, dança e música. “Há mais de 20 anos a cidade não ganha um teatro novo da Prefeitura” lembra.

Os mesmos arquitetos que idealizaram o projeto há mais de dez anos (Sylvia Moreira e Rufino Becker) projetaram a adaptação do espaço, adequado às necessidades atuais. Moderno em sua concepção, o Teatro Elis Regina terá poltronas móveis, que poderão adaptar-se tanto ao formato de arena quanto ao tradicional estilo italiano, dependendo do tipo de apresentação desejada. A Usina do Gasômetro sedia 15 companhias artísticas de Porto Alegre, dentro do projeto Usina das Artes, e conta com a participação permanente de outros 50 grupos de arte.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Cultura, Revitalização do centro

Tags:, , , ,

%d blogueiros gostam disto: