EPTC poderá proibir carros no Túnel da Conceição em período de obras

Possibilidade é cogitada para forçar motoristas a usarem rotas alternativas

Para garantir a circulação normal dos ônibus no Túnel da Conceição, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) poderá tomar uma medida drástica em caso de megacongestionamento a partir do dia 9. Carros particulares poderão ser proibidos de atravessar a passagem subterrânea durante as obras, numa forma de forçar os motoristas a usarem rotas alternativas.

Apossibilidade é cogitada por técnicos da EPTC envolvidos nas alterações viárias que serão colocadas em prática amanhã. Se as rotas alternativas criadas não forem capazes de desafogar o túnel quando a obra começar no dia 9 (duas das quatro faixas estarão bloqueadas ao longo de 18 meses), carros particulares poderão ser desviados.

– Se tudo o que estamos implementando não der resultado, poderemos tomar essa medida restritiva aos veículos particulares. Ainda não sabemos se seria apenas em alguns horários, só em determinado sentido. Vamos avaliar – antecipa o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari.

Grande teste das mudanças ocorrerá depois do feriado

Por dia, cruzam o túnel 102 mil veículos, metade em cada sentido. Para que não haja problemas graves de congestionamento após o início da reforma, Cappellari avalia que seria necessário retirar do túnel, e distribuir para vias próximas, 2,8 mil veículos por hora nos horários de pico, no sentido bairro-Centro.

– Pelos nossos estudos, a Garibaldi pode absorver de 1,2 mil a 1,4 mil veículos por hora. A rota João Pessoa-Loureiro da Silva, por baixo do Viaduto Imperatriz Leopoldina, poderia receber mais 600 carros por hora. Os motoristas precisam colaborar, usando os desvios – diz Cappellari, acrescentando que os tempos dos semáforos serão ajustados de acordo com o fluxo para reduzir congestionamentos.

Se for implementada, a restrição a carros ocorrerá na esquina das ruas Engenheiro Luiz Englert e Paulo Gama (carros seriam desviados para Setembrina e Garibaldi) e na Osvaldo Aranha com a Garibaldi (carros seguiriam pela Garibaldi). Táxis, ambulâncias, caminhões, motos e ônibus não seriam afetados.

Embora o bloqueio no túnel comece em 9 de outubro, o grande teste das mudanças viárias ocorrerá em 13 de outubro, primeiro dia útil após o feriadão de Nossa Senhora Aparecida. É quando a EPTC espera movimento normal na cidade. Nos horários de pico, dois guinchos serão mantidos de prontidão nas proximidades do túnel para remover com rapidez veículos que se envolvam em acidentes.

ZERO HORA



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:,

2 respostas

  1. Valeu Rafael!

    Mais uma voz inteligente no fórum!

    Realmente não tira pedaço de ninguém usar o coletivo, bicicleta ou tênis.

    O problema é que o ser humano é egoísta na base de sua existência. Cada ser humaninho é o centro do seu pequeno universo e jamais se daria o trabalho de fazer a própria parte pela sociedade.

    A alimentação é a base de qualquer ser vivo e nós nos damos o direito de escravizar e torturar a vontade outros animais. Enquanto essa realidade não mudar eu duvido que a sociedade possa evoluir de maneira consistente.

    – Mas parece tão natural usar o carro todos os dias!

    Sim mas é uma realidade forçada por meio de lobbys e vantagens em épocas de eleição.

    Ignorância ou mal caráter são as duas únicas opções que podem explicar a inexistência dos 495kms projetados de ciclovias para Porto Alegre. No rítmo que estamos indo em que muito do que é construído e ganha nome de ciclovia é na verdade uma calçada deveremos alcançar os 495kms por volta do ano dois mil e nunca.

    Que os apaixonados por Porto Alegre me desculpem mas no meu ponto de vista nossa cidade é extremamente atrasada.

    Não é que Bogotá, Amsterdã, Budapeste, Copenhagen, Montreal, Portland etc etc(cidades onde o trânsito flue por ter ótimos coletivos e ótimas ciclovias e o ar é menos tóxico) estejam no ano 2150. Não, essas cidades estão no ano 2010 e nós no ano 1945.

    Respirar em Porto Alegre traz problemas de saúde, 😦 Todos somos fumantes passivos.

    Por a própria vida em risco ao não usar o cinto da multas todos os dias. Ameaçar a vida de um ciclista tirando um fino não da multa, 😦

    Curtir

  2. Atitude correta!

    As pessoas devem aprender a ser menos egoístas e preguiçosas.

    Tem muita gente que pode deixar o carro em casa e se descolocar para o centro e região utilizando transporte coletivo.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: