Vão móvel da Ponte do Guaíba trava e tumultua o trânsito, DE NOVO

Pane no vão móvel da Ponte do Guaíba causa colapso no trânsito da Região Metropolitana

Problema no sistema de freios começou por volta das 9h

Atualizada às 12h45min

Foto: Ronaldo Bernardi - ZH

Uma pane no sistema de freio da Ponte do Guaíba trava o vão móvel desde as 9h desta sexta-feira. O problema causa o colapso do trânsito da Região Metropolitana. O trânsito está totalmente parado no acesso à ponte e por mais de 15 quilômetros de extensão na BR-290. A BR-116 também apresenta fluxo lento, principalmente na entrada da Capital.

A lentidão também atinge as vias centrais da Capital, como Castelo Branco, Farrapos, Sertório e Voluntários da Pátria. Para resolver o problema, a Concepa decidiu baixar a ponte de forma manual, por meio de uma manivela instalada na parte inferior da construção. Além de 10 funcionários da concessionária, soldados do Corpo de Bombeiros foram chamados para ajudar a girar a ferramenta.

Inicialmente, a previsão era de liberar a ponte até o meio-dia, mas durante uma hora de trabalho a equipe conseguiu reduzir em apenas um metro a distância da elevada para o chão. Faltam 12 metros para voltar ao nível normal. A nova estimativa é de que o serviço será concluído por volta das 13h30min.

PREVISÃO INICIAL ERA DE ESTAR RESOLVIDO O PROBLEMA AO MEIO-DIA.

A NOVA PREVISÃO É DE VOLTAR AO NORMAL ÀS 15:30

ZH ONLINE

FOTOS AÉREAS EXCLUSIVAS DO CONGESTIONAMENTO DA AVENIDA CASTELO BRANCO


Fotos: Daniel Serafim, Porto Imagem

Ponte do Guaíba é liberada após mais de quatro horas enguiçada

Problema no sistema de freios começou por volta das 9h13h46min

ZH – Atualizada as 13:46
_____________________________________________
DO CORREIO DO POVO:

Oito pacientes são socorridos de congestionamento na BR-290

Falha na Ponte do Guaíba deixou 13 quilômetros de trânsito parado na rodovia
 
Até o começo da tarde desta sexta-feira, pelo menos oito pessoas presas no congestionamento na BR-290 já haviam sido transportadas por helicóptero do Grupamento Aéreo da Brigada Militar para Porto Alegre e por viaturas da Concessionária da Rodovia Osório-Porto Alegre (Concepa) para Eldorado do Sul. Todos estavam no engarrafamento de 13 quilômetros após uma falha na Ponte do Guaíba ocorrida no fim da manhã desta sexta-feira.

As últimas pessoas retiradas do local foram dois pacientes com câncer que passaram mal. Um deles iria para uma cirurgia na Capital e o outro está em tratamento contra a doença. Ambos foram transportados em um helicóptero para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) de Porto Alegre. Uma outra mulher grávida foi levada por uma ambulância para Eldorado do Sul.


Foto: Camila Domingues – Correio do Povo

 



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, Nova ponte Guaíba

Tags:,

11 respostas

  1. A culpa de uma das maiores metrópoles do país ter apenas uma ponte para se comunicar com mais da metade do estado é nossa. Afinal deixamos que o nosso futuro, cada vez mais, seja decidido em Brasília num CENTRALISMO e DEPENDÊNCIA que só nos prejudica.

    Curtir

  2. Sobre a construção da ponte, em 1958, dizem que foi uma avançada obra de engenharia, que foi “engenhosa” , pois se levantaria pra passar os navios.

    Grande m**** !!!

    Uma ponte cujo pressuposto é intorremper o trânsito pra que os navios possam passar, é um equívoco. Infernizar e atanazar o trânsito é inerente ao pressuposto de uma ponte desse tipo.

    Deve ter sido cara. Muito mais barato teria sido construir uma ponte mais alta. Alta como as pontes que há mais adiante ali mesmo no Guaiba. Alta como a ponte Rio-Niterói, como a ponte de Natal. Tenham certeza de que uma ponte alta teria sido mais barata do que essa ponte elevadiça.

    Lamentável também é sua localização, na zona norte, quase em Canoas. Quem vai a Guaiba tem que fazer uma gigantesca viagem de ida e volta ao norte e depois ao sul de novo. Ok, sabemos que umas das idéias de sua localização era servir a BR-190. Mas que ironia: se servir à BR-290 era assim importantíssimo e estratégico, se ela já era tão importante assim, fica mais evidente ainda que uma ponte que term que ser interrompida não poderia ser escolhida !!!

    Mas que Guaiba se deu MUITO MAL com essa ponte, se deu. Não à toa é a única cidade da RM que tem vans clandestinas, pois de ônibus é um inferno de horas pra ir até lá. E de carro, também, é uma longa viagem.
    E ainda por cima Guaiba perdeu os barcos e as balsas que partiam da Assunção.
    Tomara que volte a travessia lacustre para aquela cidade.
    Seria bom pra tudo. Bom pros moradores-vítimas que tem que viajar de ônibus entre lá e cá, bom pro trânsito como um todo, que terá menos ônibus e carros nas ruas, e será bom até mesmo para o “turismo” , já que uma travessia para lá seria uma belo passeio, com paisagens privilegiadas, paisagens que os passeios-de-sempre-só-para-as-ilhas não oferecem.
    Eu mesmo pegaria um barco todo fim de semana só por causa do passeio entre Poa e Guaiba.

    Curtir

  3. Engenharia/segurança

    Não sou engenheiro, porém as minhas obras com estruturas metálicas sempre foram acompanhadas por profissional da área, e um fato que sempre levei em consideração, foi a segurança em primeiro lugar, material de primeira qualidade, buscando sempre, usar as estruturas muito além da capacidade de segurança e sempre prevendo o futuro e as intempéries. A última empresa que trabalhei, presenciei uma grande aberração de projeto, a sala dos geradores que alimentam o prédio de 13 andares e CPD, passava(e ainda passa) a canalização dos banheiros dentro dessa sala. O que aconteceu? é claro, estourou esse cano bem na curva que está dentro da sala, e a pressão da urina que caia desses andares, inundou os geradores e painéis do CPD que fica no sub-solo. Não preciso dizer o que ocorreu. Este meu relato, é para quem trabalha com estruturas, pontes, prédios, etc., locais que tem um grande movimento de pessoas, tráfego de veículos, móveis dentro dos andares, maquinários. Hoje em dia, notamos que há muita “economia” de materiais, para diminuir custos, por isso é que acontecem tragédias. Uma prova é a ponte do Guaiba, que há muito tempo não fazem revisão, se continuar assim, é melhor deixar o vão móvel nivelado, e que se ferrem os navios que passam por ali. Imagino a hora que não tiver mais conserto. Por isso, governantes, vamos tratar de dar um jeito nesta ponte e fazer outra urgentíssimo. por py3cvs.
    http://py3cvsclaudio.wordpress.com
    http://py3cvs.blogspot.com/

    Curtir

  4. Uuma ponte bem localizada também teria ângulos belíssimos não só com o skyline, mas também com os bonitos morros da cidade.

    Mas é só um sonho.

    Assim como também é um sonho:
    – um hotel na orla;
    – um ótimo mirante no Santa Tereza (nem falo num teleférico até ele);
    – o Pontal do Estaleiro;
    – uma orla à altura das grandes cidades do mundo;

    Nem mesmo com a Copa do Mundo há planos para essas coisas que eu citei.

    Curtir

  5. Sei que isso nunca vai acontecer. Mas queria uma ponte cartão-postal na cidade, mesmo, e não lá no fim do mundo do mato das ilhas.

    Poderia ser no Centro.

    Ou até mesmo no Marinha, Cristal, Assunção…

    Sim, sei que causaria “impacto” no trânsito.

    Uma ponte num lugar assim faria uma composição FANTÁSTICA com o expressivo skyline do Centro.

    Diria que mais ainda que as pontes de Florianópolis e Natal, que também compõe um conjunto belíssimo com a cidade.

    Uma ponte mais na cidade, mesmo, formaria um cartão postal SENSACIONAL com a cidade.

    Curtir

  6. na real a responsabilidade dessa ponte e do governo federal.. e cabe a nos cidadoes exigir de uma vez por todas a construçao de uma nova… infelismente somos muito acomodados e pacientes. e eles fazem uso disso ou seja enquanto a ponte nao cair nao existira outra nova…temos que parar de vivermos de promeças e esperanças acorda povo…

    Curtir

  7. Acho estranho que ninguém comentou isso ainda, mas a maior interessada nessa ponte ter problemas é justamente a empresa que mantém a ponte, isto é, a concepa. Ela já apresentou um projeto em que construiria ela mesma uma nova ponte em troca de extensão nas concessões que tem. Claro que a ponte é velha e deveriamos ter uma ponte decente, mas quem sabe a concepa não está relaxando na manutenção propositalmente? É algo que deveria ser investigado.

    Curtir

  8. Tambem torço pra que essa ponte quebre de uma vez !

    Curtir

    • A partir de agora, integro a lista dos querem que essa ponte estrague de vez. E demore meses para consertar. Talvez as autoridades criem vergonha na cara e facam um projeto de forma a resolver este gravissimo problema.

      Curtir

  9. VERGONHA.VERGONHA.VERGONHA.
    E a tal “nova” ponte nao vai ficar pronta em tempo para a Copa.

    Curtir

  10. Tomara que quebre de vez essa ponte!

    Só assim as autoridades tomam vergonha na cara.

    O governo federal já está atrasado uns 10 anos na construção de uma nova ponte.

    Quero ver depois que o distrito industrial de Guaíba estiver pronto, o prejuízo que a ponte parada irá gerar.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: